Io Ti Aspetto

Marco Mengoni

Original Tradução Original e tradução
Io Ti Aspetto

Affiderò
Le mie parole al mare del tempo
Che le consumi un po'
Forse cadrò
Ma sempre e comunque
In piedi mi rialzerò

Tu che non sai
Più niente di noi
Tu che di me non hai capito mai
Che sono qui
Da sempre ti sento vicino
Anche adesso che non ci sei

Tu che non hai più niente di noi
Tu che mi dai assenza e non lo sai
Che gli occhi si abituano a tutto
E I piedi si alzano in volo

Io ti aspetto e nel frattempo vivo
Finché il cuore abita da solo
Questo cielo non è poi leggero

Affiderò
Queste parole ad un libro già scritto
Che poi rileggerò
Vivo così
Coi sogni piegati in valigia
Mischiati ai vestiti da scena

Tu che non hai più niente di noi
Tu che mi dai assenza e non lo sai
Che gli occhi si abituano a tutto
E I piedi si alzano in volo

Io ti aspetto e nel frattempo vivo
Finché il cuore abita da solo
Questo cielo non è poi leggero

Strade che si uniscono davvero
Possono poi diventare un filo
Senza te io sono ciò che ero

Sono solo sotto un diluvio di stelle
A ognuna un nuovo nome darò
Cerco di trovare il mio sorriso migliore
Lo sai che sono qui già da un po'

Io ti aspetto e nel frattempo vivo
Finché il cuore abita da solo
Questo cielo non è poi leggero

Strade che si uniscono davvero
Possono poi diventare un filo
Senza te io sono ciò che ero

Io ti aspetto e nel frattempo vivo
Finché il cuore non è più da solo
Questo cielo è così leggero

Eu te espero

Confiarei
Minhas palavras no mar de tempo
Que as consome um pouco
Talvez caia
Mas sempre e de qualquer forma
De pé me levantarei

Você que não sabe
Nada mais de nós
Você que diz que não me entendeu nunca
Que estou aqui
Você sempre se sente perto
Mesmo agora que você não está

Você que não têm nada mais de nós
Você que me dá falta e não sabe
Que os olhos se acostumem à tudo
E os pés se levantam em voo

Eu te espero e nesse meio tempo vivo
Enquanto o coração mora sozinho
Este céu não é então leve

Confiarei
Estas palavras de um livro já escrito
O que então relerei
Vivo assim
Com sonhos dobrados na mala de viagem
Misturado com roupas do cenário

Você que não têm nada de nós
Você me dá falta e não sabe
Que os olhos se acostumem com tudo
E os pés se levantem em voo

Eu te espero e nesse meio tempo vivo
Enquanto o coração vive sozinho
Este céu não é então leve

Estradas que se unem verdadeiramente
Podem então tornar-se um fio
Sem você eu sou o que eu era

Eu sou apenas sob um dilúvio de estrelas
Em cada dar um novo nome
Eu tento encontrar o meu melhor sorriso
Você sabe que eu estou aqui por um tempo

Eu te espero e nesse meio tempo vivo
Enquanto o coração vive sozinho
Este céu não é então leve

Estradas que se unem verdadeiramente
Podem então tornar-se um fio
Sem você eu sou o que eu era

Eu te espero e nesse meio tempo vivo
Enquanto o coração não é mais sozinho
Este céu é muito leve

Enviada por Matheus e traduzida por Mariana.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Marco Mengoni

Ver todas as músicas de Marco Mengoni