Como Ser Feliz Só

Marcelo Perdido

Em um apartamento só meu, em um aposento só meu
Eu me apresento a um novo Deus ateu
O espelho vê o momento do adeus
Eu beijo a mim mesmo
E festejo o desejo
Que parece se corresponder

Subentendido nas entrelinhas
Correndo em minha corrente sanguínea
Por vias fluviais, fundo veias e artérias em iguais
Para não deixar o amor sair do coração...

Em um enquadramento só teu
O cabelo ao vento é o teu
E o inesperado intruso que sou eu
No canto da tela, um borrão revela
A face de quem acaba de encontrar o seu par…
Olá!
Olá!

Em um capítulo só pra nós dois,
Muitas, muitas páginas depois
Uma sequência inquestionável de pontos finais
E se o papel pudesse sangrar,
Te juro, mancharia a roupa
Pra lembrar do pouco esforço que a gente fez
Para chegarmos a três.

Se no amor não tenho fluência
Perceba, amor, me calo com frequência
E silencio mais
Especializo em deixar pra trás
Tudo que veio confundir o coração

Como ser feliz só, eu preciso aprender a querer ou não querer
Como ser feliz só, é preciso aprender...
Como ser feliz só, eu preciso aprender a querer o não
Como ser feliz só, é preciso aprender...

Composição: Marcelo Perdido
Enviada por Lucas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Marcelo Perdido

Ver todas as músicas de Marcelo Perdido