Aritmética

Marcelo Perdido

Tempo passou tive de deixar de usar
Chinelos para ir para qualquer lugar
E um terno nesse calor de Botafogo que põe fogo
Não dá Outro ano
E eu quis melhorar meus verbos e as contas de somar
Sentido fazer se alguém perguntar
E ai muitas vitórias, glórias ou histórias?
Aqui parado como quem segura uma senha na mão
Aqui ao lado vendo a fila crescendo sempre em progressão
Aritmética vai e te mete a me decorar
Já não dou mais entrevistas
Que é para não te deixar pistas
Que eu sei de cor as revistas
Da sala de espera da vida
Bota fogo na aritmética
Bota fogo no terno e gravata
Bota fogo nas contas de somar
Bota fogo em todas as revistas
Bota fogo na sala de espera
Bota fogo nessa porra toda
Botafogo bota fogo em mim
Botafogo Mena Barreto
Botafogo Voluntários da Pátria
Botafogo Rua Sorocaba
Botafogo sempre dentro de mim


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Marcelo Perdido

Ver todas as músicas de Marcelo Perdido