De Graça

Marcelo Jeneci

Não venha me dizer
Que a conta é uma só
Óóó Óóó

Você não aprendeu
Como desata o nó
Óóó Óóó

Livre-se do laço
Solte-se no espaço
Abra os braços e o coração

Sentir o sol te acordar,
Bem de manhã
Quem acha pra comprar?

Viver na pele um grande amor,
E o seu calor
Quem acha pra vender?

Uma amizade verdadeira
Ou ir a feira
Só pra conversar

Somando tudo quanto vale pra você?
Uh, uh, uh

Não venha me dizer
Que eu to te enrolando
Dando nó em alguém

A conta é muito fácil
Eu posso comprovar
Já comprovei mais de cem

Um milhão vira trocado
Sem significado
Nem o abonado pode comprar a paz

To te chamando pra acordar
E desfrutar
A graça de viver

Aumente o som devagar
E olhe em volta
Para perceber

Que o bom da vida é de graça
E ache graça
Quem quiser achar

É custo zero e mais valor que eu quero ver

Uh, uh, uh
O melhor da vida é de graça
É de graça

Composição: Isabel Lenza / Marcelo Jeneci
Enviada por Sinuhe. Legendado por Denize.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Marcelo Jeneci

Ver todas as músicas de Marcelo Jeneci