No Quiero Que Vuelvas (part. Carlos Baute)

MANTRA

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

No Quiero Que Vuelvas (part. Carlos Baute)

Esto ya me lo sé
Ya me he cansado y es que
Tú eres igual que ayer
Y yo he cambiado

Quiero retroceder
Poder echarme a un lado
Negarte aquel café
Que se ha enfriado

Como voy a empezar, si ya me sé el final
No vuelvas a volver, no quiero, no quiero querer

No quiero que vuelvas si vas a marcharte
Ya no encuentro canciones para olvidarte
No quiero que vuelvas, no quiero arriesgarme
Ya no apuesto a perderme para ganarte

No quiero que vuelvas (oh, oh)
No quiero que vuelvas no (oh, oh)
No quiero que vuelvas, no quiero arriesgarme (oh, oh)
Ya no encuentro canciones para olvidarte

No es como dices tú, ni como digo yo
Que yo me fuera aquel domingo es culpa de los dos
Ahora que quieres tú, ahora no quiero yo
Vas a sentir lo que es sufrir cuando te dicen no

No puedo disimular que tú
Me gustas tanto y yo
Ya no quiero ni puedo aguantarme

No puedo disimular que tú
Me gustas tanto y yo
Ya no puedo ni quiero

No quiero que vuelvas si vas a marcharte
Ya no encuentro canciones para olvidarte
No quiero que vuelvas, no quiero arriesgarme
Ya no apuesto a perderme para ganarte

No quiero que vuelvas (oh, oh)
No quiero que vuelvas no (oh, oh)
No quiero que vuelvas, no quiero arriesgarme (oh, oh)
Ya no encuentro canciones para olvidarte

Como voy a empezar, si ya me sé el final
No vuelvas a volver, no quiero, no quiero querer

No quiero que vuelvas si vas a marcharte
Ya no encuentro canciones para olvidarte
No quiero que vuelvas, no quiero arriesgarme
Ya no apuesto a perderme para ganarte

No quiero que vuelvas (oh, oh)
No quiero que vuelvas no (oh, oh)
No quiero que vuelvas, no quiero arriesgarme (oh, oh)
Ya no encuentro canciones para olvidarte

Eu não quero que você volte (parte. Carlos Baute)

Eu já sei disso
Eu já cansei e é isso
Você é o mesmo de ontem
E eu mudei

eu quero voltar
Para ser capaz de se afastar
Te negar aquele café
Isso esfriou

Como vou começar, se já sei o fim
Não volte mais, não quero, não quero querer

Eu não quero que você volte se você vai sair
Eu não consigo mais encontrar músicas para te esquecer
Eu não quero que você volte, eu não quero arriscar
Não aposto mais em me perder para te conquistar

Eu não quero que você volte (oh, oh)
Eu não quero que você volte não (oh, oh)
Eu não quero que você volte, eu não quero arriscar (oh, oh)
Eu não consigo mais encontrar músicas para te esquecer

Não é como você fala, nem como eu digo
Que eu saí naquele domingo é culpa de nós dois
Agora que você quer, agora eu não quero
Você sentirá o que é sofrer quando eles disserem que não

Eu não posso esconder que você
Eu gosto muito de você e eu
Eu não quero mais nem agüento

Eu não posso esconder que você
Eu gosto muito de você e eu
Não posso nem quero

Eu não quero que você volte se você vai sair
Eu não consigo mais encontrar músicas para te esquecer
Eu não quero que você volte, eu não quero arriscar
Não aposto mais em me perder para te conquistar

Eu não quero que você volte (oh, oh)
Eu não quero que você volte não (oh, oh)
Eu não quero que você volte, eu não quero arriscar (oh, oh)
Eu não consigo mais encontrar músicas para te esquecer

Como vou começar, se já sei o fim
Não volte mais, não quero, não quero querer

Eu não quero que você volte se você for sair
Eu não consigo mais encontrar músicas para te esquecer
Eu não quero que você volte, eu não quero arriscar
Não aposto mais em me perder para te conquistar

Eu não quero que você volte (oh, oh)
Eu não quero que você volte não (oh, oh)
Eu não quero que você volte, eu não quero arriscar (oh, oh)
Eu não consigo mais encontrar músicas para te esquecer


Posts relacionados

Ver mais no Blog