De São Miguel à Mercedes

Mano Lima

Intro
"Oiuí arecoryara", escutei teu grito Sepé
E me virei numa cuatiara das tribo de Mbororé.

Na garupa do vento, veio um gritito pra mim
Riscado de adaga e lança, lutando pra não ter fim
E um gritito campeiro que já serviu de clarim
Gritou na goela de um taura e agora grita por mim

Esta terra tem dono, disse um índio do Rio Grande
Sou mescla desse entrevero, templado de terra e sangue
Por isso que quando escuto uma cordeona roncar
Chega me levantar o pêlo e eu sou obrigado a gritar

De São Miguel à Mercedes, de Santiago ao bororé
De Santo Isidoro à São Borja, donde canta o chamamé
No canto macho dos galos, na flor azul do aguapé
Ainda se escuta este grito do cacique Dom Sepé

Composição: Mano LIma
Enviada por Neromí. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog