Enquanto Você Se Perfuma

Maneva

Enquanto você se perfuma e nas roupas escolhe uma cor
Milhares também fazem o mesmo na busca de um grande amor
Que dure uma noite, uma vida ou tempo para aprender
Que pra amar o outro primeiro é preciso amar a você

Todos querem ser a razão de um sorrir
Mesmo que isso só traga o seu chorar

Ela colore os olhos e pensa como será
Se o destino lhe reserva alguém ou irá apenas dançar
Ele abotoa a camisa sonhando com ela que nem
Tem nome ou fisionomia só espera que seja do bem

As angústias vão sempre nos machucar
E é o perdão o segredo de amar

A luz amarela entre o vão da janela, não disfarça o odor
Do álcool no corpo, cigarro na roupa a noite anterior
Azia dos bravos, a ducha que benze e cessa o calor
Que acaba trazendo um pouco de paz para os que buscam o amor

Composição: TALES DE POLLI
Enviada por Fernando.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog