Legenda Charrua

Mancha Branca e Grupo Tarca

No fundo de campo num rancho barreado
Gaúcho farrapo, legenda charrua
Amoitando touros pelas sesmarias
De noite e de dia gineteando sonhos
Leva vida bruta, mas anda faceiro
Assim é o campeiro em suas andanças
Respeito e coragem é a sua marca
Rasgando coxilhas no lombo de um mouro

Na tarde que encerra, voltando da lida
Silêncio do gado ficando pra atrás
Sentilas guardam a imensidão do campo
Revoar de garças, símbolo de paz
A noite se achega adornando o rancho
A lua bordando com fios prateados
A crina do pingo, fiel companheiro
Um cusco ovelheiro vem fazendo alarde

Ventito pampeano bateu no braseiro
No reponte campeiro se aviva e se aclara
Fagulhas revoam feito pirilampos
Se eternizando no chão da morada
Lampejo de esporas no canto do rancho
Parecendo estrelas que caíram do céu
À luz de um candeeiro, faca prateada
Beijos da morena têm sabor de mel

Nos braços da prenda, seu mundo é pequeno
Inverno grongueiro branqueando aramados
Suspiro de amores, pelego, aconchego
Onde um taura xucro fez o seu reinado
Varando a noite que é só poesia
À espera do dia pra nova jornada
Tem por companhia chinoca faceira,
A estrela boieira e a invernada


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Mancha Branca e Grupo Tarca

Ver todas as músicas de Mancha Branca e Grupo Tarca