Rapide

Mahmood

Original Tradução Original e tradução
Rapide

Puoi stare ore a chiedermi di non andare
Fuori dal love o forse era un altro locale
Sono un po' strano, ti amo solo quando veniamo

Quindi perché mi sputtani in giro? Dimmi cazzo
Ne sai di me? Ora vado a divertirmi
È una cosa comune dormire con altre persone

Forse non ci sarò
Il venerdì a Loreto, se chiami non risponderò
Mi ami? Dimmi di no
Tradire fa ridere? Ti prego, non dire no
Ora che non ho niente mi difenderò
Dalla fiducia che non avevo e non ho

Dimmi cosa c'è, le vedo scendere
Sono rapide chiuse nell'iride
Che scalerò, scalerò, scalerai, scalerò
Come, non lo so
Dimmi te perché mi hai fatto scendere
Da una Mercedes, prendere un treno per
Che ne so, questa notte mi perdonerò
Nelle tue rapide, non cadrò

Cosa farai se alle spalle lascerai Milano?
Chi prenderà la stanza bianca al primo piano?
Non ci pensare, il ricordo è peggio dell’Ade

Ripenso a quei pomeriggi al lago
Fumando e cantando piano
Mi chiedo se ritornerai
Nonostante I miei mille guai
Mi chiedo se ritornerai, ah
Con il solito paio di Nike

Dimmi cosa c'è, le vedo scendere
Sono rapide chiuse nell'iride
Che scalerò, scalerò, scalerai, scalerò
Come, non lo so
Dimmi te perché mi hai fatto scendere
Da una Mercedes, prendere un treno per
Che ne so, questa notte mi perdonerò
Nelle tue rapide, non cadrò

Se ti chiedo di venire al mio compleanno mi dici che
Sul mio ultimo messaggio ci hai messo sopra una lapide
Quanti viaggi che ci mancavano
Biglietti comprati all'ultimo
Lasciati sopra quel tavolo
Ora credimi se non ho più la paura di dirti
Che ho la macchina parcheggiata sotto casa, non so di chi
Non era niente, lo giuro
Ma come si può chiamare futuro

Dimmi cosa c'è, le vedo scendere
Sono rapide chiuse nell'iride
Che scalerò, scalerò, scalerai, scalerò
Come, non lo so
Dimmi te perché mi hai fatto scendere
Da una Mercedes, prendere un treno per
Che ne so, questa notte mi perdonerò
Nelle tue rapide, non cadrò
Nelle tue rapide, non cadrò

Correntezas

Você pode passar horas me pedindo
Para não deixar o amor, ou talvez fosse outro lugar
Eu sei que eu sou um pouco estranho, eu te amo apenas quando gozamos

Então, por que você brinca comigo, me diz que merda
Você sabe sobre mim? Agora eu vou me divertir
É uma coisa comum, dormir com outras pessoas

Talvez eu não esteja lá
Na sexta-feira em Loreto, se você ligar, eu não vou atender
Você me ama, mas me diz que não
Trair faz você rir, por favor, não diga não
Agora que não tenho nada, vou me defender
Da confiança que eu não tinha e não tenho em mim

Me diga o que há, eu os vejo descer
São correntezas contidas na sua íris
Que eu vou subir, eu vou subir, você vai subir, eu vou subir
Como, eu não sei
Diga-me por que você me fez descer
De uma Mercedes, me fez pegar um trem até
Não sei onde, hoje à noite eu vou me perdoar
Em suas correntezas eu não vou cair

O que você vai fazer se você deixar Milão para trás
Quem vai alugar o apartamento branco do primeiro andar
Não pense sobre isso, a memória é pior que o Deus Hades

Eu penso naquelas tardes no lago
Fumando e cantando baixinho
Me pergunto se você vai voltar
Apesar dos meus milhares de defeitos
Me pergunto se você vai voltar, Ah
Com o habitual par de Nike

Me diga o que há, eu os vejo descer
São correntezas contidas na sua íris
Que eu vou subir, eu vou subir, você vai subir, eu vou subir
Como, eu não sei
Diga-me por que você me fez descer
De uma Mercedes, me fez pegar um trem até
Não sei onde, hoje à noite eu vou me perdoar
Em suas correntezas eu não vou cair

Se eu te peço para vir no meu aniversário, você me diz que
Colocou um fim em nós dois, na minha última mensagem
Quantas viagens planejadas
Ingressos comprados no último instante
Deixe-os em cima daquela mesa
Acredite em mim, se não tiver mais medo de lhe dizer
Eu não sei que de quem é a casa na qual meu carro está estacionado embaixo
Não era nada, eu juro
Mas como você pode chamar isso de o futuro?

Me diga o que há, eu os vejo descer
São correntezas contidas na sua íris
Que eu vou subir, eu vou subir, você vai subir, eu vou subir
Como, eu não sei
Diga-me por que você me fez descer
De uma Mercedes, me fez pegar um trem até
Não sei onde, hoje à noite eu vou me perdoar
Em suas correntezas eu não vou cair
Em suas correntezas eu não vou cair

Enviada por Jorge e traduzida por Mayara. Legendado por anna. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Mahmood

Ver todas as músicas de Mahmood