Asia Occidente

Mahmood

Original Tradução Original e tradução
Asia Occidente

Vederti dal balcone mi fa male, lo so
Ma ricordati che non ho giurato che tornerò
Hai il vizio di parlare male di noi, di me
Di come preferivi il Campari ghiacciato
All'ora del tè

Salvami dalla moda che poi cambierà
Dall'amaro di questa vita
Da tutta la musica dimenticata

Mi chiamerai sotto casa
Quando tutti dormiranno
Con la voglia di fare lo stesso sbaglio ma
Ora non ti assomiglio più
Mi chiamerai sotto casa
Farò finta di niente
Come sempre
Come se io fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente

Vederti per un'ora mi fa male, lo so
Sognavamo un inverno da film
In hotel a Berlino
Tu pensi e ripensi a come sarebbe stato
Stai davanti alla scena più triste
Di un ricordo mai passato

Salvati dalla gente che ti chiederà
Del tabacco, dei soldi per pietà
Tu inizia a correre
Lontano da qua

Mi chiamerai sotto casa
Quando tutti dormiranno
Con la voglia di fare lo stesso sbaglio ma
Ora non ti assomiglio più
Mi chiamerai sotto casa
Farò finta di niente
Come sempre
Come se io fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
E tu l'Occidente

Oggi l'alba fatica a sorgere
Mentre la sigaretta si brucia di fretta fra le mani
E col tempo continuo a cambiare opinione, panorami
Ma mi sembra stupido dirti rimani
Ma mi sembra stupido dirti rimani

Mi chiamerai sotto casa
Quando tutti dormiranno
Con la voglia di fare lo stesso sbaglio ma
Ora non ti assomiglio più
Mi chiamerai sotto casa
Farò finta di niente
Come sempre
Come se io fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
Fossi l'Asia e tu l'Occidente
E tu l'Occidente
E tu l'Occidente

Ásia e Ocidente

Ver você na varanda me dói, eu sei
Mas se lembre que eu não jurei que voltaria
Você tem o hábito de falar mal de nós, de mim
De como você preferiu o Campari com gelo
Na hora do chá

Me salve da moda que vai mudar
Da amargura desta vida
De toda a música esquecida

Você vai me chamar debaixo da minha janela
Quando todo mundo estiver dormindo
Com o desejo de cometer o mesmo erro, mas
Agora eu não quero o mesmo que você
Você vai me chamar debaixo da minha janela
Vou fingir que não escuto
Como sempre
Como se eu fosse a Ásia e você fosse o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente

Ver você somente por uma hora me faz mal, eu sei
Nós sonhávamos com um inverno digno de filme
Em um hotel em Berlim
Você pensa e repensa em como teria sido
Você está diante da cena mais triste
De uma memória que nunca aconteceu

Se salve das pessoas que lhe pedirão
Cigarro, dos pedintes
Você começa a correr
Pra longe daqui

Você vai me chamar debaixo da minha janela
Quando todo mundo estiver dormindo
Com o desejo de cometer o mesmo erro, mas
Agora eu não quero o mesmo que você
Você vai me chamar debaixo da minha janela
Vou fingir que não escuto
Como sempre
Como se eu fosse a Ásia e você fosse o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
E você, o ocidente

Hoje o amanhecer luta para surgir no horizonte
Enquanto o cigarro queima rápido em suas mãos
E com o tempo eu continuo mudando de opinião, de panorama
Mas me parece estúpido te dizer para ficar
Mas me parece estúpido te dizer para ficar

Você vai me chamar debaixo da minha janela
Quando todo mundo estiver dormindo
Com o desejo de cometer o mesmo erro, mas
Agora eu não quero o mesmo que você
Você vai me chamar debaixo da minha janela
Vou fingir que não escuto
Como sempre
Como se eu fosse a Ásia e você fosse o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
Eu a Ásia e você, o ocidente
E você, o ocidente
E você, o ocidente

Enviada por Alan e traduzida por Mayara. Revisão por Mayara.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Mahmood

Ver todas as músicas de Mahmood