Volveremos a Brindar

Lucia Gil

Original Tradução Original e tradução
Volveremos a Brindar

Días tristes, nos cuesta mucho estar muy solos
Buscamos mil maneras de vencer la estupidez
Meses grises, es tiempo de escondernos
Tal vez sea la forma de encontrarnos otra vez

Pero son las 8 y has salido a aplaudir a tu ventana
Me dan ganas de llorar
Al vernos desde lejos tan unidos, empujando al mismo sitio
Solo queda un poco más

Volveremos a juntarnos, volveremos a brindar
Un café queda pendiente en nuestro bar
Romperemos ese metro de distancia entre tú y yo
Ya no habrá una pantalla entre los dos

Ahora es tiempo de pensar y ser pacientes
Confiar más en la gente, ayudar a los demás
Mientras tanto otros cuidan a los pacientes
Un puñado de valientes, que hoy tampoco dormirán

Pero son las 8 y has salido a aplaudir a tu ventana
Me dan ganas de llorar
Al vernos desde lejos tan unidos, empujando al mismo sitio
Solo queda un poco más

Volveremos a juntarnos, volveremos a brindar
Un café queda pendiente en nuestro bar
Romperemos ese metro de distancia entre tú y yo
Ya no habrá una pantalla entre los dos

Y después de pasar la cuarentena
Habremos hecho un puente que unirá
Mi puerta al empezar la primavera
Y la tuya, que el verano me traerá

Volveremos a juntarnos, volveremos a brindar
Un café queda pendiente en nuestro bar
Romperemos ese metro de distancia entre tú y yo
Ya no habrá una pantalla entre los dos

Voltaremos Para Brindar

Dias tristes, nos custa estar muito sozinhos
Buscamos mil maneiras de vencer a loucura
Meses cinzentos, é tempo de nos esconder
Talvez seja a maneira de nos encontrarmos novamente

Mas são 8 horas e você veio bater palmas na sua janela
Me dá vontade de chorar
Nos vendo de longe tão perto, empurrando para o mesmo lugar
Apenas um pouco mais

Voltares a nos juntar, voltaremos a brindar
Um café está pendente no nosso bar
Vamos quebrar esse medidor de distância entre você e eu
Não haverá mais uma tela entre os dois

Agora é a hora de pensar e ser pacientes
Confiar mais nas pessoas, ajudar os demais
Enquanto isso, outros cuidam dos pacientes
Um punhado de valentes, que hoje tampouco dormirão

Mas são 8 horas e você veio bater palmas na sua janela
Me dá vontade de chorar
Nos vendo de longe tão perto, empurrando para o mesmo lugar
Apenas um pouco mais

Voltaremos a nos juntar, voltaremos a brindar
Um café está pendente no nosso bar
Vamos quebrar esse medidor de distância entre você e eu
Não haverá mais uma tela entre os dois

E depois que passar a quarentena
Teremos feito uma ponte que unirá
Minha porta no começo da primavera
E a sua naquele verão me trará

Voltaremos a nos juntar, voltaremos a brindar
Um café está pendente no nosso bar
Vamos quebrar esse medidor de distância entre você e eu
Não haverá mais uma tela entre os dois

Composição: Lucia Gil
Enviada por Fabiélio e traduzida por Laura. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog