CELTA

Luan Santana

Duas passagens pra Paris, dez mil
Um croissant na padaria lá
Dá uns dez no Brasil

Jantar num restaurante chique
Ai, ai, o meu cartão
E ainda quer ir de executiva, então
Na melhor classe do avião

Já pedi dinheiro pra quem podia
Não tá fácil pra ninguém hoje em dia
Eu, por mim, te juro que nem ia
Mas se é o sonho da sua vida

Bye, bye, meu Celta
Tchau, tchau, poupança
Já que cê quer
Eu assumo a bronca

Bye, bye, meu Celta
Bora pra França
Já que cê quer
Eu zero minha conta

Oh, oh, oh, oh

Duas passagens pra Paris, dez mil
Um croissant na padaria lá
Dá uns dez no Brasil

Jantar num restaurante chique
Ai, ai, meu cartão
E ainda quer ir de executiva, então
Na melhor classe do avião

Já pedi dinheiro pra quem podia
Não tá fácil pra ninguém hoje em dia
Eu, por mim, te juro que nem ia
Mas se é o sonho da sua vida, ai, ai

Bye, bye, meu Celta
Tchau, tchau, poupança
Já que cê quer
Eu assumo a bronca

Bye, bye, meu Celta
Bora pra França
Já que cê quer
Eu zero minha conta

Bye, bye, meu Celta
Tchau, tchau, poupança
Já que cê quer
Eu assumo a bronca

Bye, bye, meu Celta
Bora pra França
Já que cê quer
Eu zero minha conta

Oh, oh, oh, oh

Composição: Matheus Marcolino / Bruno Caliman / Lucas Santos
Enviada por Anselmo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Luan Santana

Ver todas as músicas de Luan Santana