Semana do Inglês com Música
dias horas minutos
Participar

Siamo Uguali

Lorenzo Fragola

Original Tradução Original e tradução
Siamo Uguali

Passerà, stanotte passerà
E forse torneremo, ad amarci
Impazzirai, lo so che impazzirai
Perché non ci basta il tempo
Perché nulla basta mai
Anche se in fondo il nostro è amore
Usiamo stupide parole
Perché è stupido chi pensa che non serva anche il dolore
E siamo vicini ma lontani, e troppi tentativi vani
E forse arriverà, un domani
Siamo uguali in fondo
E forse cercherai, le mie mani
Solo per un giorno
Non scappare dai miei sguardi
Non possono inseguirti, non voltarti dai
E forse capirai, quanto vali
Potrei darti il mondo
Ma griderai, sul silenzio della pioggia
E’ rancore e mal di testa, su una base un po’ distorta
Ti dirò, siamo uguali come vedi
Perché senza piedistalli, non riusciamo a stare in piedi
Ed è già tardi e vuoi far piano
Il cuore è il tuo bagaglio a mano perché hai tutti i pregi che odio
E quei difetti che io amo
E schegge di una voce rotta, mi ha ferito un’altra volta
Ma forse arriverà, un domani
Siamo uguali in fondo
E forse cercherai, le mie mani
Solo per un giorno
Non scappare dai miei sguardi
Non possono inseguirti, non voltarti dai
E forse capirai, quanto vali
Potrei darti il mondo
Ma io non ci sarò e vedrai
Sarà semplice
Scivolare per
Poi atterrare fra le braccia di chi vuoi
Ma forse arriverà, un domani
Siamo uguali in fondo
E forse cercherai, le mie mani
Solo per un giorno
Non scappare dai miei sguardi
Non possono inseguirti, non voltarti dai
E forse capirai, quanto vali
Potrei darti il mondo, tranne me

Somos Iguais

Passará, esta noite passará
E talvez voltaremos, para nos amar
Enlouqueço, eu sei que eu enlouqueço
Porque o tempo não é suficiente
Porque nada nunca é suficiente
Mesmo que no final é o nosso amor
Usamos palavras estúpidas
Porque é estúpido quem pensa que a dor também não serve
E estamos juntos, mas distantes, são muitas tentativas vãs
E talvez chegará, amanhã
No fundo somos iguais
E talvez você procure minhas mãos
Apenas para um dia
Não escapar do meu olhar
Não posso te perseguir, não se desvie
E talvez você entenda, quanto vale
Poder te dar o mundo
Mas você gritará, no silêncio da chuva
É ressentimento e dor de cabeça, em uma base um pouco distorcida
Te direi, somos iguais como você vê
Porque sem pedestais, não podemos ficar em pé
E já é tarde para querer fazer planos
O coração é a sua bagagem de mão, porque você tem todas as qualidades que eu odeio
E os defeitos que eu amo
E cacos de uma voz quebrada, me machucam novamente
E talvez chegará, amanhã
No fundo somos iguais
E talvez você procure minhas mãos
Apenas para um dia
Não escapar do meu olhar
Não posso te perseguir, não se desvie
E talvez você entenda, quanto vale
Poder te dar o mundo
Mas eu não estarei lá e você verá
Será simples
Deslizar para
Depois se aterrar nos braços de quem você quiser
E talvez chegará, amanhã
No fundo somos iguais
E talvez você procure minhas mãos
Apenas para um dia
Não escapar do meu olhar
Eu não posso te perseguir, não se desvie
E talvez você entenda, quanto vale
Poder te dar o mundo, além de mim

Composição: F. Lucia / L. Fragola
Enviada por Julia e traduzida por Cibele. Revisão por Michelle.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Lorenzo Fragola

Ver todas as músicas de Lorenzo Fragola