Dead Man's Hand

Lord Huron

Original Tradução Original e tradução
Dead Man's Hand

Yellow lines in the dead of the night
I was heading back out west
Trying to keep my eyes open wide
I'd gone days without any rest
Saw him lying in the road looking bad about 20 yards ahead
You come back from a trip to the east
But you don't come back from the dead

Sure as hell he was dead as they come
And he was already starting to smell
Just a kid with his hair slicked back
And a knife tucked into his belt
Was he unforgiven or just tired of living a life
That never felt like his?
Though I was was worn and weary, I thought I'd bury him
And lay his soul to rest out in the desert night

I laid him down in a grave in the sand
And he grabbed my arm with his dead man's hand
He said: "I know I'm dead but I don't wanna lie
In a grave out here where the coyote's cry
I stared right into the endless void
And I ain't going back if I got any choice
I know how to live, I don't know how to die
And there ain't no thrills in the afterlife
So lift me up out of here my friend
And I'll wander the night 'til the ages end
Lit by the moon he walked through the sand
And he waved goodbye with his dead man's hand

He will roam forever, haunting the desert

Mão do Homem Morto

Linhas amarelas na calada da noite
Eu estava voltando para o oeste
Tentando manter os meus olhos abertos
Eu tinha passado dias sem descanso
Vi-o deitado na estrada parecendo mal cerca de 20 metros à frente
Você volta de uma viagem ao leste
Mas você não volta dos mortos
Claro que ele estava morto quando eles vieram
E ele já estava começando a cheirar
Apenas uma criança com o cabelo penteado para trás
E uma faca enfiada no seu cinto
Ele era imperdoável ou apenas cansado de viver uma vida
Isso nunca pareceu seu?
Embora eu estivesse cansado e exausto, pensei em enterrá-lo
E colocar sua alma para descansar na noite do deserto
Deitei-o em uma cova na areia
E ele agarrou meu braço com a sua mão de homem morto
Ele disse: "Eu sei que estou morto, mas não quero mentir"
Em uma cova aqui fora, onde o coiote chora
Eu olhei direto para o vazio sem fim
E eu não vou voltar se tiver alguma escolha
Eu sei como viver, e não sei como vou morrer
E não há emoções na vida após a morte
Então me levante daqui meu amigo
E eu vou passear a noite "até o fim das eras"
Iluminado pela Lua, ele andou pela areia
E ele se despediu com a sua mão de homem morto
Ele vagará para sempre, assombrando o deserto

Composição: Ben Schneider
Enviada por Sara e traduzida por Bea_Rabelo. Revisão por Bea_Rabelo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog