Iglesia

Lilly Goodman

Original Tradução Original e tradução
Iglesia

Mi pueblo, escúchame lo que voy a decirte
Solo será un minuto si tienes que irte
No quiero digas nada, simplemente escucha
Perdona si en un momento te interrumpa

Hacen dos mil años fui crucificado
Mi cuerpo escupido y ensangrentado
Llevé todas tus culpas sobre mi costado
Para darte la vida eterna como un regalo

Y hoy surgen preguntas: ¿Por qué no me escuchas?
¿Por qué no me miras?, ¿por qué no me abrazas?
La hipocresía ha secado tu mente
Y dices que me amas

Te has hecho muy fuerte en tus razonamientos
Has cambiado mi gloria por tus sentimientos
A veces por las noches vengo y te despierto
Pero ya no te importa hablarme un momento

Te pasas todo el tiempo hablando cosas vanas
Si la televisión, las modas o la fama
Has perdido la santidad que en ti brillaba
Sabes más de novelas que de mi palabra

Mi anhelo es usarte, que muestres mi gloria
Llenarte de unción, que rebose tu copa
Que cambies al mundo cada vez que hables
Pues el tiempo se agota, se agota

Recuerda cuando no estabas en mis brazos
Llorabas como un niño hambriento y descalzo
En cámara lenta tú y yo nos juntamos
Las lágrimas caían bailando en un charco

Te di una nueva vida, te abrí nuevas puertas
Llené tu corazón borrando las tristezas
Hoy dices que ya tienes hechas tus maletas
Te vas al mundo, no importa que suceda

No puedes negar, siempre estuve contigo
Ojalá que si vuelves yo no me haya ido
Entonces, será demasiado tarde
Y no podrás encontrarme

Tus mejillas se gastarán de llorar por mí
Cuando recuerdes los momentos junto a ti
Tus mejillas se gastarán de llorar por mí
Cuando recuerdes los momentos junto a ti

Regresa a mí, a mí
Regresa a mí, a mí
Regresa a mí, a mí
Regresa a mí, a mí

Igreja

Povo, escutem o que eu vou dizer
Será só um minuto, caso você tenha que ir
Não quero que você fale nada, apenas escute
Perdoa-me se te interrompo em algum momento

Há dois mil anos eu fui crucificado
Tive meu corpo cuspido e ensanguentado
Carreguei suas culpas nos meus ombros
Para te dar a vida eterna de presente

E hoje surgem perguntas: Por que você não me escuta?
Porque você não me olha? Por que você não me abraça?
A hipocrisia secou a sua mente
E você diz que me ama

Você tornou sua racionalidade muito forte
Você trocou a minha glória pelos seus sentimentos
Às vezes eu venho à noite e te acordo
Mas você não já não se importa em conversar um pouco comigo

Você passa todo o tempo falando de coisas mundanas
De televisão, moda ou fama
Perdeu a santidade que brilhava em você
Você sabe mais de novelas do que da minha palavra

Meu desejo é te usar, que você mostre a minha glória
Te encher de unção, que seu cálice transborde
Que você mude o mundo cada vez que fale
Porque o tempo se acaba, se acaba

Lembre-se de quando você não estava nos meus braços
Você chorava como uma criança faminta e descalça
Nós nos juntamos em câmera lenta
As lágrimas caiam dançando em uma poça

Te dei uma vida nova, abri novas portas para você
Enchi o seu coração apagando as tristezas
Hoje você diz que já fez as malas
Que você vai para o mundo, sem importar o que aconça

Você não pode negar que eu sempre estive do seu lado
Espero que se você voltar eu não tenha ido embora
Então, será tarde demais
E você não me encontrará

As suas bochechas ficarão cansadas de tanto chorar por mim
Quando você lembre dos momentos juntos
As suas bochechas ficarão cansadas de tanto chorar por mim
Quando você lembre dos momentos juntos

Volta a mim, a mim
Volta a mim, a mim
Volta a mim, a mim
Volta a mim, a mim

Composição: Lilly Goodman
Legendado por Mirella e natalia. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Lilly Goodman

Ver todas as músicas de Lilly Goodman