Shadow

Lexie Liu

Original Tradução Original e tradução
Shadow

yǐnbào límíng gēnsuízhe yuèliàng qián xíng
(děng bàofēngyǔ guòqù huí dào qīngxǐng)
wǒ hěnjiǔ bù zài chéngwéi wǒ zìjǐ
(miùwù cái yǒngyǒyou huáiyí zhōng shēng xiǎngqǐ)
zhōng shēng zhàocháng bèi qiāo xiǎng luòrì wèi luòxià
(zhōng shēngxiǎng luòrì wèi luòxià)
Audemars, like Mardi Gras
There's no tomorrow
This so bourgeois

Walk, hit it, I love it, ooh
Balenci shades on
My retro lover
It's a city of sin, don't you miss me?
wèicéng shuō dehuà
yě bùbì zàishuōle
huòxǔ nǐ cúnzài
zhǐshì yī zhǒng shèxiǎng

xiàng xǐng bù lái de mèng
què huǎnmàn yīxiē
zài shìjiè zhī diān de xīngqiú zhǐyǒyou wǒ hé nǐ

yuèqiú yìngzhàozhe nǐ
Shadow, shadow, wait for me
Shadow, shadow, wait
Shadow, sh-sh-sh-shadow
wǒ tuō xiàle guāngyǐng
Shadow, shadow, wait for me
Shadow, shadow, wait
Shadow, sh-sh-sh-shadow

wèizhī jiéjú yǎngàizhe
chāojí diànnǎo yùnxíng tuīsuàn
wǒ bèi chāI jiě de wàiké
hái yǒyou duōjiǔ cáinéng fēI lí
wǒ ne hái chuāizhe shīzhòng xīntiào kuài shīkòngle
wǒ ne wǒ zěnme hái méi biàn chéng wǒ

Issa party, she gon' pop it
Ride, ride, love
Now the timeline 'bout to lie in sci-fi truck
dàimìng de zhǔjī
nà yíngmù xiǎnshì zhèng
jiāzài zhè yóuxì
ràng quán shìjiè de yìshí juéxǐng zài zhèlǐ
piāofú zài xūkōng líng zhònglì zìyóu
zhè jiù xiàng yī chǎng xǐng bù lái de mèng
zài shìjiè zhī diān de xīngqiú zhǐyǒyou wǒ hé nǐ

yuèqiú yìngzhàozhe nǐ
Shadow, shadow, wait for me
Shadow, shadow, wait
Shadow, sh-sh-sh-shadow
wǒ tuō xiàle guāngyǐng
Shadow, shadow, wait for me
Shadow, shadow, wait
Shadow, sh-sh-sh-shadow

wèizhī jiéjú yǎngàizhe
chāojí diànnǎo yùnxíng tuīsuàn
wǒ bèi chāI jiě de wàiké
hái yǒyou duōjiǔ cáinéng fēI lí
wǒ ne hái chuāizhe shīzhòng xīntiào kuài shīkòngle
wǒ ne wǒ zěnme hái méi biàn chéng wǒ

xiàng yī chǎng xǐng bù lái de mèng
wúxiàn biàn cúnzài

yuèqiú yìngzhàozhe nǐ
Shadow, shadow, wait for me
Shadow, shadow, wait
Shadow, sh-sh-sh-shadow
wǒ tuō xiàle guāngyǐng
Shadow, shadow, wait for me
Shadow, shadow, wait
Shadow, sh-sh-sh-shadow

wèizhī jiéjú yǎngàizhe
chāojí diànnǎo yùnxíng tuīsuàn
wǒ bèi chāI jiě de wàiké
hái yǒyou duōjiǔ cáinéng fēI lí
wǒ ne hái chuāizhe shīzhòng xīntiào kuài shīkòngle
wǒ ne wǒ zěnme hái méi biàn chéng wǒ

xiàng yī chǎng xǐng bù lái de mèng
wúxiàn biàn cúnzài

Sombra

Acenda o amanhecer e siga a lua
(Finalmente sóbria, depois das tempestades)
Eu não sou eu mesma há muito tempo
(Sinos tocam para o absurdo, em meio a tantas dúvidas)
O sino toca como de costume, o sol ainda não se pôs
O sino toca e o sol ainda não se pôs
Audemars, como Mardi Gras
Não há o amanhã
Isso é tão burguês

Andando, arrasando, eu amo isso, ooh
Óculos valencianos refletindo
Meu amante retrô
É a cidade do pecado, você não sente falta de mim?
Palavras que não foram ditas
É melhor nem dizer
Talvez você só exista
Em minha mente

Como um sonho contínuo
Em seu ritmo mais lento para acordar
Só há você e eu no topo do mundo

A lua brilha em você
Sombra, sombra, espere por mim
Sombra, sombra, espere
Sombra, sh-sh-sh-shadow
Tirei a luz e a sombra
Sombra, sombra, espere por mim
Sombra, sombra, espere
Sombra, so-so-so-sombra

Incertezas a serem descobertas
Algoritmos feitos por supercomputadores
Minha concha foi desmontada
Não posso ficar por mais tempo
A gravidade me traiu, meu coração está batendo fora de controle
Como não consigo mais ser eu?

É uma festa, ela se esqueceu de si mesma
Dirija todos os pensamentos malucos
Na linha do tempo em um caminhão de ficção científica
Anfitrião em espera
A tela está ligando
O jogo está se iniciando
É hora do mundo despertar
Flutuando no vazio, gravidade zero, sentindo-se livre
Como um sonho em que não se pode acordar
Só há você e eu no topo do mundo

A lua brilha em vocé
Sombra, sombra, espere por mim
Sombra, sombra, espere
Sombra, sh-sh-sh-shadow
Tirei a luz e a sombra
Sombra, sombra, espere por mim
Sombra, sombra, espere
Sombra, so-so-so-sombra

Incertezas a serem descobertas
Algoritmos feitos por supercomputadores
Minha concha foi desmontada
Não posso ficar por mais tempo
A gravidade me traiu, meu coração está batendo fora de controle
Como não consigo mais ser eu?

Como um sonho em que não pode acordar
Não acorde mais

A lua brilha em você
Sombra, sombra, espere por mim
Sombra, sombra, espere
Sombra, so-so-so-sombra
Tirei a sombra e a luz
Sombra, sombra, espere por mim
Sombra, sombra, espere
Sombra, so-so-so-sombra

Incertezas a serem descobertas
Algoritmos feitos por supercomputadores
Minha concha foi desmontada
Não posso ficar por mais tempo
A gravidade me traiu, meu coração está batendo fora de controle
Como não consigo mais ser eu?

Como um sonho em que não se pode acordar
Não acorde mais

Composição: Lexie Liu
Enviada por Lorrane e traduzida por Lorrane.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Lexie Liu

Ver todas as músicas de Lexie Liu