Tapinha De Amor

Léo Canhoto e Robertinho

Não era preciso chorar desse jeito
Menina bonita anjo encantador
Aquele tapinha que dei no seu rosto
Não foi por maldade foi prova de amor
A nossa briguinha foi de brincadeira
Eu não quero vê você chorando assim,
Enxugue o pranto, sorria um pouquinho
Chegue meu benzinho pra junto de mim,
Não seja assim tolinha, eu gosto de você
Encoste no meu ombro, por que vou lhe dizer
Amor igual ao nosso, sei que ninguém distrói
Não seja assim tolinha eu sei que tapinha de amor não doi

Composição: Leo Canhoto / Vieira
Enviada por felipe. Revisão por Jocelio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog