Passarinho Que Voa (part. Fernando Zor)

Lauana Prado

Quanto mais você me aperta, mais me solta
Quanto mais você me cerca, eu fujo disso
Quanto mais cê acelera, mais distante eu me vejo e me esquivo

Eu entro no amor como se entra no mar
Primeiro eu molho os meus pés pra só depois mergulhar
Não me segura que eu vou, mas vou querendo voltar
Deixa a saudade chamar

É que passarinho que voa não quer saber de gaiola
É no céu que ele mora
Essa insegurança boba tá me fazendo ir embora
Tá quase na minha hora
De ir
Se não forçar, talvez eu more aqui

É que eu entro no amor como se entra no mar
Primeiro eu molho os meus pés pra só depois mergulhar
Não me segura que eu vou, mas vou querendo voltar
Deixa a saudade chamar
Deixa a saudade chamar (chamar)

É que passarinho que voa não quer saber de gaiola
É no céu que ele mora
Essa insegurança boba tá me fazendo ir embora
Tá quase na minha hora

É que passarinho que voa não quer saber de gaiola
É no céu que ele mora (que ele mora)
Essa insegurança boba tá me fazendo ir embora
Tá quase na minha hora
De ir (ir)
Se não forçar talvez eu more aqui

De ir
Se não forçar talvez eu more aqui

Composição: Gabriel Rocha / Lauana Prado / MR. Dan
Enviada por Madelene.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog