No Hallelujahs Now

L.A Salami

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

No Hallelujahs Now

Some lame condition impedes his vision in the rain
And his indecision is betrayed
Some holy scriptures make up the pictures of his pains
In a frenzied fiction in-between the frame

Clothes black as snake eyes
Same apparel all the time
Half lidded stoic stone wall
In his mind

He claims that he don’t pray
But he’ll always bow
The priests would have him saved
But they don’t know how
And the saints sing it loud
No hallelujahs now!

He’s scared of the daylight, he wasn’t gifted with a skin
Thick enough to accommodate his sin
But he always crawls back into her open arms
Whenever she calls out to him
Coarse palms and grazed knees
Burnt back, he’s withdrawn so easily
Scorched pride, disenchanted pine
Of his father’s seed

He claims that he don’t pray
But he’ll always bow
The priests would have him saved
But they don’t know how
And the saints sing it loud
“No hallelujahs now! ”

His mother is silent to him
All jail and no trial
And the entrails of his grief
All entail the details of this hell
But he comes by all the time in denial he denies it all
But confession ain’t his style
Unless he’s high then it’s vile

Then he’ll talk for a while, giving all his thoughts away
Then there’ll be no reason for him to stay
But I listen to him ‘cause we know each other well
In a brief and jaded kind of way
I show him concern
But he yearns for her so
His mind burns
And the angels know that he’ll return to her

He claims that he don’t pray
But he’ll always bow
The priests would have him saved
But they don’t know how
And the saints sing it loud
No hallelujahs now!

Sem aleluias agora

Alguma condição coxo impede sua visão na chuva
E sua indecisão é traída
Algumas escrituras sagradas compõem as imagens de suas dores
Em uma ficção frenética entre o quadro

Roupas pretas como olhos de cobra
Mesmo vestuário o tempo todo
Parede de pedra estóica com meia tampa
Em sua mente

Ele afirma que não ora
Mas ele sempre vai se curvar
Os padres queriam que ele fosse salvo
Mas eles não sabem como
E os santos cantam alto
Sem aleluias agora!

Ele está com medo da luz do dia, ele não foi dotado de uma pele
Espesso o suficiente para acomodar seu pecado
Mas ele sempre rasteja de volta para seus braços abertos
Sempre que ela chama por ele
Palmas ásperas e joelhos arranhados
Queimado de volta, ele é retirado tão facilmente
Orgulho queimado, pinho desencantado
Da semente de seu pai

Ele afirma que não ora
Mas ele sempre vai se curvar
Os padres queriam que ele fosse salvo
Mas eles não sabem como
E os santos cantam alto
“Sem aleluias agora! ”

A mãe dele fica em silêncio com ele
Tudo na prisão e sem julgamento
E as entranhas de sua dor
Tudo envolve os detalhes deste inferno
Mas ele vem o tempo todo em negação, ele nega tudo
Mas confissão não é o estilo dele
A menos que ele esteja chapado, então é vil

Então ele vai falar um pouco, revelando todos os seus pensamentos
Então não haverá razão para ele ficar
Mas eu ouço ele porque nos conhecemos bem
De uma forma breve e cansada
Eu mostro a ele preocupação
Mas ele anseia por ela tanto
A mente dele queima
E os anjos sabem que ele vai voltar para ela

Ele afirma que não ora
Mas ele sempre vai se curvar
Os padres queriam que ele fosse salvo
Mas eles não sabem como
E os santos cantam alto
Sem aleluias agora!

Composição: Dan Cox / L.A Salami / Matt Ingram
Enviada por kauane.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog