Billy x Xerife Berry (História Pequeno Billy pt2)

KF

Billy agora tinha mais de um dólar
Marcando seu nome nas histórias da vida
E as filhas do xerife a proclamar
Pai, não se envolva ele vai te matar
Pai, toma cuidado tu vai se ferrar

Berry Stapp o xerife não ligava
Só queria de volta sua esposa enterrada
Pelo Billy foi morta em um duelo e o Arizona tremeu
Berry Stapp tinha um ódio profundo
Pelo Billy que a cada dia conquistava o mundo
Eu sou a lei isso acaba aqui, mas o Billy se sobressaiu

Eu sei que sou um perigo, sou seu inimigo
Mas aquilo não foi minha culpa
Pegue essa sua arma, que eu te pouparei
E não voltarei a incomodar

E convocando seus quatro irmãos
Virgil, Morgan, James e Warren então
Se preparando pra tempestade que ia subir
Berry gritava meus companheiros
Logo a gente mata aquele pistoleiro
E a cabeça dele vai ficar pendurada ali

Billy agora tinha mais de um dólar
Marcando seu nome nas histórias da vida
E as filhas do xerife a proclamar
Pai, vou embora pra não ter que chorar
Pai, não vá, tu não vai ganhar

E o Billy do outro lado da cidade
Tomando seu uísque com o seu conhaque
Enquanto se perguntavam: Qual é daquele cara ali?
Rolavam boatos que nada o matava
Um tiro na cabeça e ele frio encarava
Caçando bandido antes de poder partir
E um dia nesse mesmo bar o portão veio a estourar
E o Berry entrou pra tirar satisfação
E o seus irmãos estavam logo atrás
Billy nossa conta paga aqui se faz
Dessa vez vou vencer e tu vai morrer

Billy então sacou a choque e o ar cheirava a morte
E o Berry começou a tremer
Virgil e Morgan estavam atentos
James e Warren esperando um movimento
E coragem o xerife voltou a ter
E as pessoas começaram a sair até o dono foi embora dali
Porque boa coisa não tava pra acontecer
A cada suspiro um lamento, cada olhada suor escorrendo
E o final disso nem os Deuses conseguiam prever

Billy agora tinha mais de um dólar
Marcando seu nome nas histórias da vida
E as filhas do xerife a se preocupar
Pai, cade você, da um jeito de voltar
Pai, tu foi, não adiantou avisar

Me diz o que tu ganha pra ficar assim atrás de mim
Sendo que não fiz nada pra ti
Sendo que o que aconteceu foi um tiro seu
E assim o universo escolheu
Me diz xerife qual o teu problema
Sendo que o meu esquema nem é perto de ti estar
Arma mirar, minha cabeça estourar, seu desejo completar
E tua esposa tu vingar

Aah, aah, aah
Aah, aah, aah

E o povo da cidade agora conta uma história
Que aquele dia o Billy foi fuzilado
E o Berry desde então contava uma vantagem extrema
Com cada homem que ele tinha um problema
Um certo dia, o Berry e seus irmãos
Acampando no nada e dormindo no chão
Pouco a pouco, cada susto um levava
Ao ver arma do Billy apontada
Pedindo clemência, ajoelhados ali
Enquanto ele só estava a sorrir
E as 5 covas assim foram cavadas
Na história do homem que não morria e ninguém matava

Composição: KF
Enviada por gustavo. Revisão por sowaru..
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog