Campanella

Kenshi Yonezu

Original Tradução Original e tradução
Campanella

kamupanerura yume wo miteita
kimi no ato ni saita rindou no hana
kono machi wa kawari tsuzukeru
hakarazu mo kimi wo nokoshite

mahiru no umi de nemuru gekkouchuu
modoranai ano hi ni omoi wo megurasu
orugan no neiro de odoru sutachuu
jikan dake toorisugite yuku

ano hito no iu toori watashi no te wa yogorete yuku no deshou
oikaze ni hirugaeri watashi wa mada ikite yuku deshou
owaru hi made yorisou you ni
kimi wo oboeteitai

kamupanerura soko wa yutaka ka
kimi no me ga kuramu kurai ni
taaru no ue de kagerou ga yureru
hazeru you na natsu no tomoshibi

masshiro na tori to utau shinyouju
mitsumeru subete ga omokage ni naru
namiuchigiwa ni botan ga hitotsu
kimi ga kureta sabishisa yo

ano hito no iu toori itsu ni naredo ienai kizu ga aru deshou
tasogare wo furikaeri sono tabi ayamachi wo shiru deshou
kimi ga inai hibi wa tsuzuku
shijima no naka hitori

hikari wo uketomete hanekaeri kagayaku kurisutaru
kimi ga tsuketa kizu mo kagayaki no sono hitotsu

hikari wo uketomete hanekaeri kagayaku kurisutaru
kimi ga tsuketa kizu mo kagayaki no sono hitotsu

ano hito no iu toori watashi no te wa yogorete yuku no deshou
oikaze ni hirugaeri watashi wa mada ikite yukeru

ano hito no iu toori itsu ni naredo ienai kizu ga aru deshou
tasogare wo furikaeri sono tabi ayamachi wo shiru deshou

owaru hi made yorisou you ni
kimi wo oboeteitai

kamupanerura

Campanella

Campanella, eu estava tendo um sonho
Dos sinos de outono florescendo em seu rastro
Esta cidade só continua mudando
Sem querer te deixando para trás

Insetos ao luar dormindo no mar do meio-dia
Dirijo meus pensamentos para aqueles dias aos quais não posso voltar
Estátuas dançando ao som do órgão
E só o tempo passa por nós

Assim como aquela pessoa disse, minhas mãos continuarão sujas
Balançando ao vento, vou viver novamente
Até o dia em que tudo acabar
Quero lembrar de você

Campanella, eu me pergunto se é abundante ai
Em seus olhos quase deslumbrantes
Uma névoa de calor oscila sobre o deserto de Thar
Como uma tocha de verão, prestes a explodir

A conífera canta com o pássaro branco como a neve
Tudo o que vejo se transforma em um rosto familiar
Na beira da água, há um único botão
Os sentimentos de solidão que você me deu

Assim como aquela pessoa disse, existem feridas que não cicatrizam não importa quanto tempo passe
Cada vez que penso no crepúsculo, saberei o erro dos meus caminhos
Esses dias sem você continuam
Sozinho no silêncio

Sou como um cristal que capta a luz e a reflete
E as cicatrizes que você me deixou são apenas mais um pouco de brilho

Sou como um cristal que capta a luz e a reflete
E as cicatrizes que você me deixou são apenas mais um pouco de brilho

Assim como aquela pessoa disse, minhas mãos continuarão sujas
Balançando ao vento, vou viver novamente

Assim como aquela pessoa disse, existem feridas que não cicatrizam não importa quanto tempo passe
Cada vez que penso no crepúsculo, saberei o erro dos meus caminhos

Até o dia em que tudo acabar
Quero lembrar de você

Campanella

Composição: Kenshi Yonezu
Enviada por Rafael e traduzida por Rafael. Legendado por Rafael.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Kenshi Yonezu

Ver todas as músicas de Kenshi Yonezu