Cilada

Katinguelê

Eh, mulher
Me comovi com sua história
A qual se perder na vida
Tão decidida
Querendo se encontrar
Sem ninguém pra acreditar

Eh, mulher
No início foi meu lado humano
Fui aos poucos me entregando
Me apaixonando, então foi pra valer
Que eu te fiz meu bem querer

Mas de repente eu vi
Que só palavras, sentimentos
Não te faziam mais feliz
Seu sorriso se escondeu
Seu olhar entristeceu
E eu me indaguei
Foi onde errei

Eh, desde que conheceu
Alguém que teve alguma sorte
A mais na vida do que eu
Seu sorriso então voltou
Seu olhar então brilhou
Sem hesitar
Me abandonou

Quem te viu na madrugada, perdida
Dando origem a uma virada
Em sua vida
Pra você o amor é nada
Foi tão fingida
Oportunista

Se algum dia eu te encontrar por aí
Não sei bem se vou chorar
Se vou sorrir
Mas ao ver que se mantém
Longe dos programas
Ficarei feliz

Quem te viu na madrugada, perdida
Dando origem a uma virada
Em sua vida
Pra você o amor é nada
Foi tão fingida
Oportunista

Se algum dia eu te encontrar por aí
Não sei bem se vou chorar
Se vou sorrir
Mas ao ver que se mantém
(Êh mulher)
Longe dos programas
Ficarei feliz

Lá laiá lá lá laiá! Lauêra!
Lá laiá lá lá laiá! Lauê!
Lauê lauêra

Êh mulher
(Êh mulher)
Ficarei feliz

Composição: Jady
Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog