Dicen (part. Antonio Orozco)

KAROL G

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Dicen (part. Antonio Orozco)

Que digan lo que quieran
Que no me importa nada

Dicen que todo es cuestión de recuerdos
Que el tiempo lo cura y que al fin pasara
Dicen que un clavo a otro clavo lo quita
Que es cosa pasada y que es algo normal

Dicen que mas que dolor, es costumbre
Que en un par de meses no me dolerá
Dicen que amor es amor y lo quita
Que igual que una herida también sanara

Dicen, que si tus besos son de Judas
Dicen, que si quererte era locura
Dicen, dicen que dicen, que digan, que digan
Lo que quieran, que no me importa nada

Dicen, que si perdiste la cordura
Dicen, que si tenias tantas dudas
Dicen, dicen que dicen que digan, que digan
Lo que quieran, que no me importa nada

Sabes que puedo, que opino diferente
Que no me importan los desplantes de la gente
Que no hay pasado, futuro y presente
Que no hace tanto frío, aquí esta todo caliente

Que no hay problemas, es la envidia de la gente
Quiero cubicar mi centímetro de frente
Que no hay pasado, futuro y presente, que no hay
Ningún problema, el problema es no tenerte

Dicen
Dicen
Dicen
Dicen

Dice que con el pasar de los día
Te extrañaré menos, pero te extraño más
Dicen que pronto será la distancia
Y a mi esta distancia, me quiere matar

Dicen que deje de perder el tiempo
Que todo es paciencia y volver a empezar
Dicen que sabe que estoy enfermando
Y que mi única cura, es saber olvidar

Dicen, que si tus besos son de Judas
Dicen, que si quererte era locura
Dicen que dicen, que digan, que digan
Lo que quieran, que no me importa nada

Dicen, que si perdiste la cordura
Dicen, que si tenias tantas dudas
Dicen que dicen, que digan, que digan
Lo que quieran, que no me importa nada

Sabes que puedo, que opino diferente
Que no me importan los desplantes de la gente
Que no hay pasado, futuro y presente, que no hay
Ningún problema, el problema es no tenerte

Dicen
Dicen
Dicen

Sabes que, cuanto más me dicen
Más quiero que se callen, que
Cuanto más me hablan, más me duele
Haber fallado

Sabes que, cuanto más me dicen
Más quiero que se callen, que
Cuanto más me hablan, más me duele
Haber fallado

Sabes que puedo, que opino diferente
Que no me importan los desplantes de la gente
Que no hay pasado, futuro y presente
Que no hay ningún problema, el problema es no tenerte

Dicen
Dicen
Dicen
Cuanto más me hablan
Más me duele, haber fallado

Sabes que, cuanto más me dicen
Más quiero que se callen
Cuanto más me hablan
Más me duele, haber fallado

Sabes qué
Que díganlo que quieran
Que no me importa nada

Eles dizem (parte Antonio Orozco)

Deixe-os dizer o que eles querem
Que eu não me importo

Eles dizem que tudo é uma questão de memórias
Que o tempo cura e que finalmente vai acontecer
Dizem que um prego a outro prego o mantém
O que é passado e isso é algo normal

Eles dizem que mais do que dor, é costume
Que em alguns meses não vai doer
Eles dizem que amor é amor e leva embora
Que assim como uma ferida também curará

Eles dizem, se seus beijos são judas
Dizem que se eu te amava era loucura
Eles dizem, eles dizem que dizem, eles dizem, eles dizem
O que eles quiserem, eu não me importo com nada

Eles dizem, se você perdeu sua sanidade
Eles dizem, se você tivesse tantas dúvidas
Eles dizem, eles dizem que dizem eles dizem, eles dizem
O que eles quiserem, eu não me importo com nada

Você sabe o que eu posso, o que eu acho diferente
Que eu não me importo com a grosseria das pessoas
Que não há passado, futuro e presente
Que não há muito frio, aqui está tudo quente

Que não há problemas, é a inveja do povo
Eu quero cubículo minha frente
Que não há passado, futuro e presente, que não há
Não tem problema, o problema não é ter você

Eles dizem
Eles dizem
Eles dizem
Eles dizem

Ele diz que com o passar do dia
Vou sentir menos a sua falta, mas sinto mais a sua falta
Eles dizem que em breve será a distância
E pra mim essa distância, ele quer me matar

Eles dizem que pare de perder tempo
Que tudo é paciência e começar de novo
Eles dizem que ele sabe que estou doente
E que minha única cura é esquecer

Eles dizem, se seus beijos são judas
Dizem que se eu te amava era loucura
Eles dizem que dizem, eles dizem, eles dizem
O que eles quiserem, eu não me importo com nada

Eles dizem, se você perdeu sua sanidade
Eles dizem, se você tivesse tantas dúvidas
Eles dizem que dizem, eles dizem, eles dizem
O que eles quiserem, eu não me importo com nada

Você sabe o que eu posso, o que eu acho diferente
Que eu não me importo com a grosseria das pessoas
Que não há passado, futuro e presente, que não há
Não tem problema, o problema não é ter você

Eles dizem
Eles dizem
Eles dizem

Você sabe, quanto mais eles me dizem
Mais eu quero que você cale a boca,
Quanto mais eles falam comigo, mais dói
Falhou

Você sabe, quanto mais eles me dizem
Mais eu quero que você cale a boca,
Quanto mais eles falam comigo, mais dói
Falhou

Você sabe o que eu posso, o que eu acho diferente
Que eu não me importo com a grosseria das pessoas
Que não há passado, futuro e presente
Que não há problema, o problema é não ter você

Eles dizem
Eles dizem
Eles dizem
Quanto mais eles falam comigo
Mais dói, falhou

Você sabe, quanto mais eles me dizem
Quero mais ficar quieto
Quanto mais eles falam comigo
Mais dói, falhou

Sabes que
Diga-lhes o que eles querem
Que eu não me importo


Posts relacionados

Ver mais no Blog