Setsuna No Kirameki

Kakuriyo no Yadomeshi

Original Tradução Original e tradução
Setsuna No Kirameki

tokoyo o kirisaite shiroi hada kasumeru
senkō wa kimi o izanau amai wana

tohō mo naku nagai hima o moteamashita
kimi o mitsuketa toki ugokidasu

taikutsu no yo no saihate de
kurikaesu dake no nichijō ni kon gokujō no biyaku o

kyōran no en o sā hajimeyō ka ima
genwaku no hikari yugamu sono kao misete
azakeru dake ja mō mitasare ya shinai
kindan no kajitsu o kimi ni

kasumi ni mi o kakushi ten yori shinobiyoru
chi o utsu amaoto oni-san kochira e

kirawareru wa itowazu chisō wa amai hibiki
nodo kara sono koe ga izuru made

raimei no hibiku tasogare
ochita kemono to ichi do kiri no modorenai chigiri o

minamo ni tsuki ga sugata utsusu mae ni
kimi to tomo ni kieru akai kage kumo no yō
sugisari shi toki wa nagareyuku mama
koboreotsu namida wa towa ni

chū ni mau sono hanabira no yō na
kumo wa mi yatsu su
tozasareta kokoro hiraku toki
kuchibeni no iro shinku ni moete

an'ya ni tsuki ga kirameku koro saita
kimi no hikari ima kono te de tozashite

kyōran no en o sā hajimeyō ka ima
genwaku no hikari yugamu sono kao misete
azakeru dake ja mō mitasare ya shinai
kindan no kajitsu o kimi ni

Brilho do Momento

Atravessando o mundo eterno e que desfoca a pele branca
Um flash de luz é uma doce armadilha convidativa

Ainda me resta um tempo tremendamente longo
No momento em que você encontra a si ele começa a se mover

No fim deste mundo chato
O melhor afrodisíaco agora para a vida cotidiana é a sua repetição

Vamos começar a festa louca do frenesi agora
Uma luz ilusória, mostra aquela expressão distorcida de seu rosto
Apenas zombar não vai te satisfazer mais do que você deseja
Lhe dou uma fruta proibida para você

Talvez você se esconda na névoa e saia do céu sorrateiramente
O som de chuva batendo no chão, é o demônio tocando de leve

Eu não me importo de ser rejeitado, o banquete parece doce o bastante para mim
Até a voz sair da minha garganta, só me resta isso

O crepúsculo vem fundido com um trovão
Um contrato irreversível de uma só vez é como uma fera caída

Antes que a lua apareça na superfície da água cristalina
Uma sombra vermelha que desaparece com você, como uma nuvem densa
O tempo que passa é quando está fluindo
Intensas lágrimas derramando-se para sempre

Como as pétalas que dançam no ar livremente
As nuvens são as únicas que estão no céu
Quando o coração fechado se abre
A cor que vai existir é igual a um batom queimado e vermelho

Florescendo quando a lua estava brilhando na noite escura
Sua luz, feche-a com esta mão agora mesmo!

Vamos começar a festa louca do frenesi agora
Uma luz ilusória, mostra aquela expressão distorcida de seu rosto
Apenas zombar não vai te satisfazer mais do que você deseja
Lhe dou uma fruta proibida para você

Enviada por Rafaela e traduzida por Rafaela.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Kakuriyo no Yadomeshi

Ver todas as músicas de Kakuriyo no Yadomeshi