Coraline

K o d a

Eu quero ver tu correr e o fim do túnel achar
Sua vista escurecer, tua costura
E se os botões tu tecer e os olhos tu costurar?
Será que ainda vai ser a mesma família?

Se está cansada de ser tão desprezada
Se os camundongos seguir na madrugada
E se a parede tem porta e tu decide entrar
E o sorriso de outra mãe te alegrar
(Não vou não!)

(Coraline, Coraline, Coraline, Coraline, Coraline)
(Coraline, Coraline, Coraline, Coraline, Coraline)

Mas se eu dissesse pro cê que não tem volta
E que a porta que te desce ali sumiu
E se essa outra mãe não fosse boa?
Será que acreditaria no que viu?

(Coraline, Coraline, Coraline, Coraline, Coraline)
(Coraline, Coraline, Coraline, Coraline, Coraline)

Melhor tu nunca fazer cara emburrada
Sendo obrigada a estar sempre a sorrir
E se fosse tua boca costurada?
Como iria gritar e a boca abrir?

Mas se eu dissesse pro cê que não tem volta
E que a porta que te desce ali sumiu
E se essa outra mãe não fosse boa?
Será que acreditaria no que viu?

E se seu mundo inteiro
Acabasse no impasse e achasse que tudo acabou
E se essa agulha costura tua pele, te fere
E no meio da dor, encontra teu terror

(Coraline, Coraline, Coraline, Coraline, Coraline)
(Coraline, Coraline, Coraline, Coraline, Coraline)

Composição: K o d a
Enviada por AREN. Revisão por COPYCAT!!!.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog