The Curse

Josh Ritter

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

The Curse

He opens his eyes falls in love at first sight
With the girl in the doorway
What beautiful lines and how full of life
After thousands of years what a face to wake up to
He holds back a sigh as she touches his arm
She dusts off the bed where 'til now he's been sleeping
And under miles of stone, the dried fig of his heart
Under scarab and bone starts back to its beating

She carries him home in a beautiful boat
He watches the sea from a porthole in stowage
He can hear all she says as she sits by his bed
And one day his lips answer her in her own language
The days quickly pass he loves making her laugh
The first time he moves it's her hair that he touches
She asks, "Are you cursed?" He says, "I think that I'm cured"
Then he talks of the Nile and the girls in bulrushes

In New York he is laid in a glass covered case
He pretends he is dead people crowd round to see him
But each night she comes round and the two wander down
The halls of the tomb that she calls a museum
Often he stops to rest but then less and less
Then it's her that looks tired staying up asking questions
He learns how to read from the papers that she
Is writing about him and he makes corrections

It's his face on her book more and more come to look
Families from Iowa, upper west siders
Then one day it's too much he decides to get up
And as chaos ensues he walks outside to find her
She's using a cane and her face looks too pale
But she's happy to see him as they walk he supports her
She asks, "Are you cursed?" but his answer's obscured
In a sandstorm of flashbulbs and rowdy reporters

Such reanimation the two tour the nation
He gets out of limos he meets other women
He speaks of her fondly their nights in the museum
But she's just one more rag now he's dragging behind him
She stops going out she just lies there in bed
In hotels in whatever towns they are speaking
Then her face starts to set and her hands start to fold
And one day the dried fig of her heart stops its beating

Long ago on the ship she asked, "Why pyramids?"
He said, "Think of them as an immense invitation"
She asked, "Are you cursed?" He said, "I think that I'm cured"
Then he kissed her and hoped that she'd forget that question

The Curse

Ele abre os olhos se apaixona à primeira vista
Com a garota na porta
Que belas linhas e como cheia de vida
Depois de milhares de anos que um rosto para acordar
Ele possui um suspiro quando ela toca seu braço
Ela tira o pó para fora da cama, onde 'até agora ele está dormindo
E sob quilômetros de pedra, o figo seco do seu coração
Sob escaravelho e osso começa a voltar ao seu espancamento

Ela carrega-lo para casa em um belo barco
Ele observa o mar a partir de um vigia na estiva
Ele pode ouvir tudo o que ela diz como ela se senta ao lado da cama
E um dia os lábios respondê-la em sua própria língua
Os dias passam rapidamente ele adora fazê-la rir
A primeira vez que ele se move é o cabelo que ele toca
Ela pergunta: "Você está amaldiçoado?" Ele diz: "Eu acho que eu estou curado"
Em seguida, ele fala do Nilo e as meninas em juncos

Em Nova York, ele é colocado em uma caixa coberta de vidro
Ele finge que é que as pessoas mortas multidão em volta para vê-lo
Mas cada noite, ela vem rodada e os dois passear
As salas do túmulo que ela chama de um museu
Muitas vezes, ele pára para descansar, mas, em seguida, cada vez menos
Então é ela que parece cansado de ficar se fazendo perguntas
Ele aprende a ler a partir dos papéis que ela
Está escrevendo sobre ele e ele faz correções

É o rosto em seu livro mais e mais vêm olhar
Famílias de Iowa, siders oeste superior
Então um dia ele é muito ele decide levantar-se
E, como o caos se instala ele anda fora para encontrá-la
Ela está usando uma bengala e seu rosto parece muito pálido
Mas ela está feliz em vê-lo como andam ele apoia-la
Ela pergunta: "Você está amaldiçoado?" mas sua resposta de obscurecida
Em uma tempestade de areia de flashes e repórteres turbulento

Tal reanimação os dois visitar o país
Ele fica fora de limos ele conhece outras mulheres
Ele fala com carinho de suas suas noites no museu
Mas ela é apenas mais um trapo agora ele está arrastando atrás de si
Ela pára de sair ela só está lá na cama
Nos hotéis em quaisquer cidades que estão falando
Em seguida, seu rosto começa a definir e suas mãos começam a dobrar
E um dia o figo seco de seu coração pára de bater sua

Há muito tempo a bordo do navio, ela perguntou: "Por que as pirâmides?"
Ele disse: "Pense neles como um convite imenso"
Ela perguntou: "Você está amaldiçoado?" Ele disse: "Eu acho que eu estou curado"
Então ele a beijou e esperava que ela ia esquecer essa pergunta


Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Josh Ritter

Ver todas as músicas de Josh Ritter