Dancei Ciranda

Jorginho do Império

Dancei ciranda na beira do mar

Estava lá em Pernambuco, era noite de luar
Lá fui eu dançar ciranda bem lá na beira do mar
A roda estava formada, a zabumba a tocar
Disse à moça sou fraco, comecei a cantarolar

Um cabra da peste veio, danado que nem um cão
Por causa de uma cabocla bonita de pés no chão
Chegou lá nessa ciranda e fez uma confusão

Tomou uma cachaçada e brigou com um tal João
Enquanto os dois brigavam a cabocla pra mim sorriu
Fomos embora da ciranda, só a Lua foi quem viu

Só a Lua foi quem viu
Só a Lua foi quem viu
Me dei bem nessa viagem ao Nordeste do Brasil

Composição: Paulo Ciranda
Enviada por Manuel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog