Toque de Queda

Jorge Drexler

Original Tradução Original e tradução
Toque de Queda

En tu propia fuente llorará la luna,
Con lágrimas hechas de gota de seda,
Haciendo que pese la bruma en la bruma
En la soledad del toque de queda,
En la soledad del toque de queda.

La mano que toca queda suspendida,
A medio suspiro apenas del beso,
Gemido a gemido se abre la herida
Y la noche cae por su propio peso,
Y la noche cae por su propio peso.

Por cada rendija, el tiempo vuelve a las casas
Como una humareda en la soledad del toque de queda

Una lengua extraña murmura su precio
Y otra lengua paga moneda a moneda.
Cada trapecista suelta su trapecio
En la soledad del toque de queda,
En la soledad del toque de queda.

Toque de Recolher

Em tua própria fonte chorará à lua
Com lágrimas feitas de gota de seda
Fazendo com que pese a névoa na neblina
Na solidão do toque de recolher,
Na solidão do toque de recolher.

A mão que toca fica suspendida,
A apenas meio suspiro do beijo,
Gemido a gemido se abre a ferida
E a noite cai por seu próprio peso,
E a noite cai por seu próprio peso.

Por cada fresta, o tempo volta às casas
Como uma fumaça na solidão do toque de recolher

Uma língua estranha murmura seu preço
E uma outra língua paga moeda a moeda,
Cada trapezista salta seu trapézio
Na solidão do toque de recolher,
Na solidão do toque de recolher.

Composição: Jorge Drexler
Enviada por Crhistian e traduzida por Helder. Legendado por Fernanda.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Jorge Drexler

Ver todas as músicas de Jorge Drexler