Aos Trancos e Barrancos

João Paulo e Daniel

Se ela te perguntar
Como é que eu estou
Diga que estou sozinho
Arrasado, sofrendo
Morrendo de amor

Soluçando em pranto
Aos trancos e barrancos
Eu tento levar

Minha vida sem ela
Não sei até quando
Eu posso aguentar

Ela tem que saber
Como estou na verdade
Assim, talvez ela volta
Mesmo sem ter amor
Mesmo por piedade

Aos trancos e barrancos
Eu vou me aguentando
Sem ela saber

Essa paixão ardente
Sei que infelizmente
Não dá pra esquecer

Mesmo assim, vou levando
Arrastando a paixão
Que o meu coração quer

Por bem ou na marra
A vida é uma barra
Sem essa mulher

Ela tem que saber
Como estou na verdade
Assim talvez ela volta
Mesmo sem ter amor
Mesmo por piedade

Aos trancos e barrancos
Eu vou me aguentando
Sem ela saber

Essa paixão ardente
Sei que infelizmente
Não dá pra esquecer

Mesmo assim vou levando
Arrastando a paixão
Que o meu coração quer

Por bem ou na marra
A vida é uma barra
Sem essa mulher

Aos trancos e barrancos
Eu vou me aguentando
Sem ela saber

Essa paixão ardente
Sei que infelizmente
Não dá pra esquecer

Mesmo assim vou levando
Arrastando a paixão

Composição: EDINHO DA MATA / Matogrosso
Enviada por Déby. Legendado por Robertinho. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog