Porque Somos Iguais

João Mineiro e Marciano

Tu és tão igual a mim
Que não sabes enganar-me
Nada ganhas por mentir
Melhor dizer a verdade

Está escrito nos teus olhos
Que tu pensas em deixar-me
Se já tens outra pessoa
Não te culpo, tudo bem

Já faz tempo que eu sei
E jamais te disse nada
Quantas vezes, eu chorei
Mas minha dor deixei calada

Sinto pena desse louco
Que por ti, se apaixonou
Pensa que vai ser feliz
Como eu pensei

Pobre dele, que não sabe
Que eu já sei
Nem de longe imagina
O que vai sofrer
Por te querer como eu te quis

Diga apenas adeus
Ou até nunca mais
Esse amor não valeu
Porque somos iguais

Diga apenas adeus
Ou até nunca mais
Esse amor não valeu
Porque somos iguais

Tu és tão igual a mim
Que não sabes enganar-me

Já faz tempo que eu sei
E jamais te disse nada
Quantas vezes, eu chorei
Mas minha dor deixei calada

Sinto pena desse louco
Que por ti, se apaixonou
Pensa que vai ser feliz
Como eu pensei

Pobre dele, que não sabe
Que eu já sei
Nem de longe imagina
O que vai sofrer
Por te querer como eu te quis

Diga apenas adeus
Ou até nunca mais
Esse amor não valeu
Porque somos iguais

Diga apenas adeus
Ou até nunca mais
Esse amor não valeu
Porque somos iguais

Tu és tão igual a mim
Que não sabes enganar-me

Composição: Paulinho Rezende / Paulo Debétio
Enviada por Gilberto. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog