Matemática / Cabelos de Algodão

João Guilherme

Sentar e ver o mar quebrar
Poder te abraçar
E antes de deitar
Imaginar como vai ser

Quando eu te encontrar
Velhinha no sofá
Cabelos de algodão
E mil histórias pra cantar

1, 2, 3 e

Vou começar por um
Mas sempre preferi o dois
Ou melhor, entre nós dois
Eu quero algo a mais
E menos que isso eu deixe pra depois

E três?
Eu não vou pensar mais em vocês
Se for pra ser, eu quero par
Eu quero te mostrar
Tudo aquilo que eu ainda posso te ensinar

E as contas
São só pra te mostrar que o que conta
É a soma dos sorrisos e da paixão
A matemática do teu coração

Então deixa eu te mostrar
Que mesmo sendo difícil de explicar
Eu sei que você pode, pode me amar
Assim como eu te amo

Então deixa eu te mostrar
Que mesmo sendo difícil de explicar
Eu sei que você pode, pode me amar
Assim como eu te amo

Tão linda quanto a Lua no Céu
E seus olhos lindos que são dar cor-de-mel
Colorindo o papel que eu fiz pra você
O caminho mais fácil pra me entender

Mistérios eu vou desvendar
Problemas vou solucionar
E eu vou escrever milhares de canções
Poemas, versos e declarações

Então deixa eu te mostrar
Que mesmo sendo difícil de explicar
Eu sei que você pode, pode me amar
Assim como eu te amo

Então deixa eu te mostrar
Que mesmo sendo difícil de explicar
Eu sei que você pode, pode me amar
Assim como eu
Eu te amo

Yeah. Yeah, yeah

Assim como eu
Eu te amo

Yeah. Yeah, yeah

Assim como eu
Eu te amo!

Composição: Banda Fly / Restart
Enviada por Gabriele. Legendado por Harry. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog