Paloma Negra

Jenni Rivera

Original Tradução Original e tradução
Paloma Negra

Ya me canso de llorar y no amanece
Ya no sé si maldecirte o por ti rezar
Tengo miedo de buscarte y de encontrarte
Donde me aseguran mis amigos que te vas

Hay momentos en que quisiera mejor rajarme
Y arrancarme ya los clavos de mi penar
Pero mis ojos se mueren sin mirar tus ojos
Y mi cariño con la aurora te vuelve a esperar

Ya agarraste por tu cuenta las parrandas
Paloma negra, paloma negra
¿Dónde?
¿Dónde andarás?

Ya no jueges con mi honra, parrandera
Si tus caricias deben ser mías, de nadie más
Y aunque te amo con locura, ya no vuelvas
Paloma negra, eres la reja de un penar

Quiero ser libre
Vivir mi vida con quien me quiera
Dios dame fuerza, me estoy muriendo
Por irla a buscar

Ya agarraste por tu cuenta las parrandas

Pomba Preta

Estou cansada de chorar, e não amanhece
Eu não sei se te amaldiçoo ou se rezo por você
Tenho medo de te procurar e te encontrar
Onde meus amigos me asseguram que você está indo

Há momentos em que eu gostaria de me rasgar
E arrancar os espinhos da minha dor
Mas meus olhos estão morrendo sem olhar para os seus olhos
E meu amor com a aurora novamente te aguarda

Você já pegou os parrandas por conta própria
Pomba negra, pomba negra, por onde, por onde andas?
Não brinque mais com minha honra parrandera
Se suas carícias devem ser minhas e de ninguém mais

E mesmo que eu te ame com loucura, não volte
Pomba negra, é o portão de um penar
Eu quero ser livre, viver minha vida com quem eu quiser
Deus, me dê força, pois estou morrendo para ir procurá-lo

Você já pegou os parrandas por conta própria

Composição: Tomas Mendez
Enviada por VERGINIA e traduzida por Lucas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Jenni Rivera

Ver todas as músicas de Jenni Rivera