Wilderness Call

Jared & The Mill

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Wilderness Call

Well, the first of September
Brought in the best that I'd had
It wasn’t me that you wanted
You were fixed on a thought and so sad
But tears don't dry up in the rain
They fall from your cheeks
And they run down your frame
Well, the first of September
Showed me how cruel I could be
I spent that whole week
Getting mad at the man you believed
And you didn't tell me that smile
Was loaded with worries
And bent with denial
And we sang
Let’s use one another

But I can't remember that night
I just draw a blank when I try and I do
I love picking flowers and dancing with moons
But I hate what I did to you

But you can't say it meant nothing at all
'Cause I saw the lights when all the lights were turned low
Made a wilderness call
But it's not your fault
It's not your fault

I'm good to my mother
She'll tell you I know how to be
I used to be young
And I sang about shit I believed
And I try my best not to lie
I help when I can
And I know wrong from right
I’m good to my mother
My friends can attest to my light
But I took advantage
And promised you things that I fight
I’m not who I was at the time
I hate what I've done
I don’t sleep well at night
And we sang
Let's use one another

But I can't remember that night
I just draw a blank when I try and I do
I love picking flowers and dancing with moons
But I hate what I did to you

But you can't say it meant nothing at all
’Cause I saw the lights when all the lights were turned low
Made a wilderness call
But it's not your fault
It's not your fault
Oh, 'cause we sang, let's use one another
We sang and tried to believe everything
'Cause you knew that I wanted to hear
And I knew what you wanted to hear
And you knew what I wanted to hear
And I knew what you wanted to hear

So now I get wasted and yell at the Moon
'Cause I hate what I did to you

Wilderness Call

Bem, o primeiro de setembro
Trouxe o melhor que eu já tive
Não era eu que você queria
Você estava fixado em um pensamento e tão triste
Mas as lágrimas não secam na chuva
Eles caem de suas bochechas
E eles atropelam seu quadro
Bem, o primeiro de setembro
Me mostrou o quão cruel eu poderia ser
Passei a semana toda
Ficar bravo com o homem que você acreditava
E você não me disse esse sorriso
Estava cheio de preocupações
E dobrado com negação
E cantamos
Vamos usar um ao outro

Mas não me lembro daquela noite
Acabei de desenhar um espaço em branco quando tento e faço
Adoro colher flores e dançar com luas
Mas eu odeio o que fiz com você

Mas você não pode dizer que isso não significava nada
Porque eu vi as luzes quando todas as luzes foram apagadas
Fez uma chamada no deserto
Mas não é sua culpa
Não é sua culpa

Eu sou bom com minha mãe
Ela vai te dizer que eu sei como ser
Eu era jovem
E eu cantei sobre merda que eu acreditava
E eu tento o meu melhor para não mentir
Eu ajudo quando posso
E eu sei errado do certo
Eu sou bom com minha mãe
Meus amigos podem atestar minha luz
Mas eu aproveitei
E te prometi coisas que eu luto
Eu não sou quem eu era na época
Eu odeio o que fiz
Eu não durmo bem a noite
E cantamos
Vamos usar um ao outro

Mas não me lembro daquela noite
Acabei de desenhar um espaço em branco quando tento e faço
Adoro colher flores e dançar com luas
Mas eu odeio o que fiz com você

Mas você não pode dizer que isso não significava nada
Porque eu vi as luzes quando todas as luzes foram apagadas
Fez uma chamada no deserto
Mas não é sua culpa
Não é sua culpa
Oh, porque cantamos, vamos usar um ao outro
Cantamos e tentamos acreditar em tudo
Porque você sabia que eu queria ouvir
E eu sabia o que você queria ouvir
E você sabia o que eu queria ouvir
E eu sabia o que você queria ouvir

Então agora eu me perco e grito com a lua
Porque eu odeio o que fiz com você

Composição: Jared Kolesar
Enviada por Gabriel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Jared & The Mill

Ver todas as músicas de Jared & The Mill