Orora Analfabeta

Jards Macalé

Eu conheci uma dona boa lá em Cascadura
Grande criatura, mas não sabe ler
E nem tampouco escrever
Ela é bonitona, bem feita de corpo
E cheia da nota, mas escreve gato com J
Escreve saudade com C
(Pra você ver)

Ela me disse outro dia que estava doente
Sofrendo do estrombo
Levei um tombo, caí durinho pra trás
(Isso assim já é demais)

Ela fala aribu, arioprano e motocicreta
Diz que adora feijoada compreta
(Ela é errada demais)
Viu uma letra O bordada na blusa
Eu disse: É agora!

Perguntei seu nome ela disse: Orora
E sou filha do Arineu
Mas o azar é todo meu

Composição: Gordurinha / Nascimento Gomes
Enviada por Claudio. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog