(Sem Título)

Janeiro

Conduzimos dias a fio
Naquela estrada perdida
E não chegámos nunca
Porque a viagem era o destino

O tempo é escasso
Já só temos meia vida
Se andarmos para trás
Perdemos o que vem

E tu? Que me dizes, amor?
De nunca parares de existir
Assim, posso viver sem pensar
Que podes um dia não estar

Há tantas coisas boas
E uma delas é estares perto
De que servem 10 Lisboas
Se me sinto no deserto

O dia em que entenderes o meu olhar
É o dia em que eu vou deixar de amar

E tu? Que me dizes, amor?
De nunca parares de existir
Assim, posso viver sem pensar
Que podes um dia não estar

Há tantas coisas boas
E uma delas é estares perto
De que servem 10 Lisboas
Se me sinto no deserto

Composição: Janeiro
Enviada por Alexandra. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Janeiro

Ver todas as músicas de Janeiro