Bala e chocolate (Part. Éder Brandão)

Janaynna

Só de ver você de mala pronta
Eu oriento o meu sentido equivocado
Como é que pode o que era doce tão bonito, agora tão dilacerado?
Jamais te dei motivos pra chorar
Mas você tava pouco a pouco me matando
Eu fico triste por saber que não existe devoção naquele anjo

Eu tentei,fazer do nosso amor o próprio paraíso
Daqueles que e a gente vai ao infinito
E morre de saudade quando fica longe
Nem tudo é bala e chocolate
Os doces do pecado também são amargos
Você se enganava atrás do seu passado
Esqueceu que do futuro nada se esconde

"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando achar o frio da solidão (tentação)
"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando alguém chutar seu coração

Só de ver você de mala pronta
Eu oriento o meu sentido equivocado
Como é que pode o que era doce tão bonito, agora tão dilacerado?
Jamais te dei motivos pra chorar
Mas você tava pouco a pouco me matando
Eu fico triste por saber que não existe devoção naquele anjo

Eu tentei, fazer do nosso amor o próprio paraíso
Daqueles que e a gente vai ao infinito
E morre de saudade quando fica longe
Nem tudo é bala e chocolate
Os doces do pecado também são amargos
Esqueceu que do futuro nada se esconde

"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando achar o frio da solidão (tentação)
"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando alguém chutar seu coração

"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando achar o frio da solidão (tentação)
"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando alguém chutar seu coração

"Cê" vai morrer de dor um dia
Quando achar o frio da solidão (tentação)
"Cê" vai morrer de dor um dia

Composição: Jean / Warner
Enviada por Janaynna.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog