O Cravo e a Rosa

Jair Rodrigues

Quem toca em abelha, cascavel e formigueiro
Acredite se quiser, que medo pode ter num coração de uma mulher
Que medo pode ter do coração de uma mulher

Quem vive uma seca, uma enchente nunca teme
Um adverso que vier, que medo pode ter num coração de uma mulher
Que medo pode ter do coração de uma mulher

Tudo na vida nunca nasce feito, o tempo sabe o que faz
Prepare o dia pra ficar no jeito, que esse momento é bom demais

Quem monta em cavalo que da coice e corcoveia
E não suja nem o pé, que medo pode ter num coração de uma mulher
Que medo pode ter do coração de uma mulher

Quem tem paixão pelo cravo e pela rosa
Aconchego e cafuné, que medo pode ter num coração de uma mulher
Que medo pode ter do coração de uma mulher

Tudo na vida nunca nasce feito, o tempo sabe o que faz
Prepare o dia pra ficar no jeito, que esse momento é bom demais

Quem monta em cavalo que da coice e corcoveia
E não suja nem o pé, que medo pode ter num coração de uma mulher
Que medo pode ter do coração de uma mulher

Que medo pode ter do coração de uma mulher

Composição: Sérgio Saraceni e Ronaldo Monteiro de Souza
Enviada por Gustavo. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog