Tourner Dans Le Vide

Indila

Original Tradução Original e tradução
Tourner Dans Le Vide

Il était brun, le teint basané
Le regard timide, les mains toutes abîmées
Il taillait la pierre fils d'ouvrier
Il en était fier, mais pourquoi vous riez?
Non ne le jugez pas
Vous qui ne connaissez pas
Les vertiges et le labeur
Vous êtes faussement heureux, vous troquez vos valeurs
Lui il est tout mon monde et bien plus que ça
Seule je crie son nom quand vient le désarroi
Et puis tout s'effondre quand il n'est plus là
J'aimerais tellement lui dire mais je n'ose pas...
Lui qui me fais

Tourner dans le vide, vide
Tourner dans le vide, vide
Tourner dans le vide, il me fait tourner
Dans le vide, vide, vide
Tourner, tourner dans le vide
Tourner dans le vide, il me fait tourner
(Tourner dans le vide)

Qui peut bien me dire, ce qui est arrivé?
Depuis qu'il est parti, je n'ai pu me relever
Ce n'est plus qu'un souvenir, une larme du passé
Coincée dans mes yeux, qui ne veut plus s'en aller
Oh non ne riez pas
Vous qui ne connaissez pas
Les vertiges et la douleur
Ils sont superficiels, ils ignorent tout du cœur
Lui c'était tout mon monde, et bien plus que ça
J'espère le revoir là-bas dans l'au-delà
Aidez-moi tout s'effondre puisqu'il n'est plus là
Sais-tu mon bel amour, mon beau soldat...
Que tu me fais

Tourner dans le vide, vide
Tourner dans le vide, vide
Tourner dans le vide, tu me fait tourner
Dans le vide, vide, vide
Tourner, tourner dans le vide
Tourner dans le vide, il me fait tourner
(Tourner dans le vide)

Il me fait tourner dans le vide
Tourner dans le vide, tourner dans le vide
Il me fait tourner dans le vide
Tourner dans le vide, tourner dans le vide
Tourner dans le vide, il me fait tourner
Tourner dans le vide

Girar No Vazio

Era marrom, a pele morena
O olhar tímido, as mãos bem danificadas
Talhou a pedra, filho do trabalhador
Tinha orgulho disso, mas por que você está rindo?
Não, não o julgue
Você que não conhece
As vertigens e o trabalho duro
Você é falsamente feliz, troca seus valores
Ele é o meu mundo e muito mais do que isso
Sozinha eu grito seu nome quando vem a desordem
E então tudo desmorona quando ele não está mais aqui
Eu adoraria muito dizer a ele, mas não me atrevo
Ele que me faz

Girar no vazio, vazio
Girar no vazio, vazio
Girar no vazio, ele me faz girar
No vazio, vazio, vazio
Girar, girar no vazio
Girar no vazio, ele me faz girar
(Girar no vazio)

Quem pode me dizer, o que aconteceu?
Desde que ele partiu, eu não pude mais me levantar
Isso não é nada além de uma lembrança, uma lágrima do passado
Presa dentro dos meus olhos, que não quer mais partir
Oh não, não sorria
Você que não conhece
As vertigens e a dor
Eles são superficiais, não sabem nada do coração
Ele era o meu mundo, e muito mais que isso
Espero te rever do outro lado da vida
Me ajude, tudo está ruindo já que ele não está mais aqui
Você sabe, meu lindo amor, meu lindo soldado
Que me faz

Girar no vazio, vazio
Girar no vazio, vazio
Girar no vazio, ele me faz girar
No vazio, vazio, vazio
Girar, girar no vazio
Girar no vazio, ele me faz girar
(Girar no vazio)

Ele me faz girar no vazio
Girar no vazio, girar no vazio
Ele me faz girar no vazio
Girar no vazio, girar no vazio
Girar no vazio, ele me faz rodar
Girar no vazio

Composição: Indila / Skalpovich
Enviada por Roberta e traduzida por Barbara. Legendado por Cassiano. Revisões por 5 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Indila

Ver todas as músicas de Indila