Dernière Danse

Indila

Original Tradução Original e tradução
Dernière Danse

Oh, ma douce souffrance
Pourquoi s'acharner tu r'commences
Je ne suis qu'un être sans importance
Sans lui je suis un peu paro
Je déambule seule dans le métro
Une dernière danse
Pour oublier ma peine immense
Je veux m'enfuir, que tout recommence
Oh, ma douce souffrance

Je remue le ciel, le jour, la nuit
Je danse avec le vent, la pluie
Un peu d'amour, un brin de miel
Et je danse, danse, danse, danse, danse, danse, danse
Et dans le bruit, je cours et j'ai peur
Est-ce mon tour?
Vient la douleur
Dans tout Paris, je m’abandonne
Et je m'envole, vole, vole, vole, vole, vole, vole

Que d’espérance
Sur ce chemin en ton absence
J'ai beau trimer, sans toi ma vie n'est qu'un décor qui brille, vide de sens

Je remue le ciel, le jour, la nuit
Je danse avec le vent, la pluie
Un peu d'amour, un brin de miel
Et je danse, danse, danse, danse, danse, danse, danse
Et dans le bruit, je cours et j'ai peur
Est-ce mon tour?
Vient la douleur
Dans tout Paris, je m’abandonne
Et je m'envole, vole, vole, vole, vole, vole, vole

(Plus justice sa foi de tout pris plaît pris, vous plait te plus
Vous ton la, de plait de course, de la nous
Plus justice sa foi de tout pris plaît pris, vous plait te plus
Vous ton la, de plait de course, de la nous)

Dans cette douce souffrance
Dont j'ai payé toutes les offenses
Ecoute comme mon cœur est immense
Je suis une enfant du monde

Je remue le ciel, le jour, la nuit
Je danse avec le vent, la pluie
Un peu d'amour, un brin de miel
Et je danse, danse, danse, danse, danse, danse, danse
Et dans le bruit, je cours et j'ai peur
Est-ce mon tour?
Vient la douleur
Dans tout Paris, je m’abandonne
Et je m'envole, vole, vole, vole, vole, vole, vole

A Última Dança

Oh, meu doce sofrimento
Porque lutando se recomeça
Eu não sou nada além de um ser sem importância
Sem ele eu estou um pouco perdida
Eu vago sozinha no metrô
Uma última dança
Para esquecer minha imensa dor
Eu quero fugir, que tudo recomece
Oh, meu doce sofrimento!

Eu movo o céu, o dia, a noite
Eu danço com o vento, a chuva
Um pouco de amor, um fio de mel
E eu danço, danço, danço, danço, danço, danço, danço
E no barulho, eu corro e tenho medo
É a minha vez?
A dor vem
Em toda Paris, eu me perco
E eu voo, voo, voo, voo, voo, voo, voo

Que esperança
Nessa estrada, na sua ausência
Mesmo que eu trabalhe duro, sem você minha vida não é mais que uma decoração que brilha, sem significado

Eu movo o céu, o dia, a noite
Eu danço com o vento, a chuva
Um pouco de amor, um fio de mel
E eu danço, danço, danço, danço, danço, danço, danço
E no barulho, eu corro e tenho medo
É a minha vez?
A dor vem
Em toda Paris, eu me rendo
E eu voo, voo, voo, voo, voo, voo, voo

(Quanto mais justiça sua fé em tudo tomou, mais você gosta
Você está aí, correndo de nós
Quanto mais justiça sua fé em tudo tomou, mais você gosta
Você está aí, correndo de nós)

Nesse doce sofrimento
Cujas ofensas paguei todas
Escute como meu coração é imenso
Eu sou uma criança do mundo

Eu movo o céu, o dia, a noite
Eu danço com o vento, a chuva
Um pouco de amor, um fio de mel
E eu danço, danço, danço, danço, danço, danço, danço
E no barulho, eu corro e tenho medo
É a minha vez?
A dor vem
Em toda Paris, eu me rendo
E eu voo, voo, voo, voo, voo, voo, voo

Composição: Indila / Skalpovich
Enviada por Diego e traduzida por Kim. Legendado por Aye e mais 2 pessoas. Revisões por 11 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Indila

Ver todas as músicas de Indila