Absurdo Ser Normal

Igor de Carvalho

Não gosto do conveniente
Eu não me adequo ao teu modelo social
Eu acho um absurdo ser normal
Eu acho um absurdo ser normal

Desacostumado a ser obediente
Eu não sigo as tendências de TV, radio e jornal
Eu acho um absurdo ser normal
Eu acho um absurdo ser normal

Porque eu não sirvo pra qualquer adequação
Eu não boto preço no valor moral
Não quero ser robô, televisão
Porque eu não faço tipo, moda, coisa e tal

Eu não consigo ser metade
Muito menos a metade do que já é fracional
Eu não permito dividir minha verdade com ninguém
Que se destaca enaltecendo o que é banal

Eu acho um absurdo ser normal

Prefiro o nexo ao sexo casual
Tô mais para bicho do que gente
O verso é a verte que me visto para além do visual
Amar o diferente

Dispenso pensamentos de refil
Tô mais para monstro do que gente
Não quero estar coberto de razão e ainda sentir frio
Eu faço diferente

Eu acho um absurdo ser normal

Composição: Igor De Carvalho
Enviada por Douglas. Revisão por Dexter.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog