Hijo De La Luna

Haggard

Original Tradução Original e tradução
Hijo De La Luna

Tonto el que no entienda
Cuenta una leyenda
Que una hembra gitana
Conjuró a la luna hasta el amanecer

Llorando pedía
Al llegar el día
Desposar un calé

Tendrás a tu hombre piel morena
Desde el cielo hablo la luna llena
Pero a cambio quiero
El hijo primero
Que le engendres a él

Que quien su hijo inmola
Para no estar sola
Poco le iba a querer

Luna quieres ser madre
Y no encuentras querer
Que te haga mujer

Dime luna de plata
Qué pretendes hacer
Con un niño de piel

Hijo de la luna

De padre canela nacio un niño
Blanco como el lomo de un armiño
Con los ojos grises
En vez de aceituna
Niño albino de luna

Maldita su estampa
Este hijo es de un payo
Y yo no me lo callo

Luna quieres ser madre
Y no encuentras querer
Que te haga mujer

Dime luna de plata
Qué pretendes hacer
Con un niño de piel

Hijo de la luna

Gitano al creerse deshonrado
Se fue a su mujer cuchillo en mano
¿De quien es el hijo?
Me hace engaño fijo
Y de muerte la hirió

Luego se hizo al monte
Con el niño en brazos
Y allí le abandono

Luna quieres ser madre
Y no encuentras querer
Que te haga mujer

Dime luna de plata
Qué pretendes hacer
Con un niño de piel

Hijo de la luna

Y en las noches que haya luna llena
Sera porque el niño esté de buenas
Y si el niño llora
Menguara la luna
Para hacerle una cuna

Y si el niño llora
Menguara la luna
Para hacerle una cuna

Filho da Lua

Tolo é quem não entende
Conta uma lenda
Que uma mulher cigana
Conjurou a lua até o amanhecer

Chorando pedia
Que ao chegar o dia
Casasse com um cigano

Você terá o seu homem de pele morena
Falou do céu a lua cheia
Mas em troca eu quero
O primeiro filho
Que você tiver com ele

Aquele que seu filho imola
Não estará sozinho
Poucos o amariam

Lua quer ser mãe
E não encontra quem
Que a faça mulher

Diga-me Lua de prata
O que você pretende fazer
Com uma criança de pele

Filho da Lua

De pai moreno nasceu criança
Branca como as costas de um arminho
Com olhos cinzentos
Em vez de azeitonados
Filho albino da Lua

Maldita sua aparência
Este filho não é de um cigano
E isso eu não vou aceitar

Lua quer ser mãe
E não encontra quem
Que a faça mulher

Diga-me Lua de prata
O que você pretende fazer
Com uma criança de pele

Filho da Lua

Cigano, acreditando ser desonrado
Com sua faca mão apontada para a esposa
De quem é o filho?
Isso me parece traição
E ele, mortalmente a feriu

Então ele foi à montanha
Com a criança nos braços
E lá a abandonou

Lua quer ser mãe
E não encontra quem
Que a faça mulher

Diga-me Lua de prata
O que você pretende fazer
Com uma criança de pele

Filho da Lua

E nas noites em que há lua cheia
Será porque a criança está bem
E se a criança chora
A Lua míngua
Para ser seu berço

E se a criança chora
A Lua míngua
Para ser seu berço

Composição: Mecano
Enviada por Luciane e traduzida por Maycon. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog