De Copo Em Copo

George Henrique e Rodrigo

Andando de boca em boca
De copo em copo, um dia por vez
Pensando na volta, motivos não faltam
Meu Deus, o que você me fez?
Tirando o gelo do copo de whisky com o dedo
E jogando no chão
No peito, seu lado vazio
E um nome escrito na palma da mão

A porta do bar abaixando
O garçom dando o toque: Já vamos fechar
Não sei se me faço de surdo
Se vazo daqui e procuro outro bar
A chave do carro na mesa
O celular na mão, quase sem bateria
E é desse jeito todo dia

Aí, eu vou sofrer
Sofrendo, eu vou chorar
Chorando, eu vou beber
Bebendo, eu vou ligar
Ela não vai atender

Aí, eu vou sofrer
Sofrendo, eu vou chorar
Chorando, eu vou beber
Bebendo, eu vou ligar
Ela não vai atender
Que jeito louco é esse de querer?

A porta do bar abaixando
O garçom dando o toque: Já vamos fechar
Não sei se me faço de surdo
Se vazo daqui, procuro outro bar
A chave do carro na mesa
O celular na mão, quase sem bateria
E é desse jeito todo dia

Aí, eu vou sofrer
Sofrendo, eu vou chorar
Chorando, eu vou beber
Bebendo, eu vou ligar
Ela não vai atender

Aí, eu vou sofrer
Sofrendo, eu vou chorar
Chorando, eu vou beber
Bebendo, eu vou ligar
Ela não vai atender
Que jeito louco é esse de querer?

Aí, eu vou sofrer
Sofrendo, eu vou chorar
Chorando, eu vou beber
Bebendo, eu vou ligar
Ela não vai atender

Aí, eu vou sofrer
Sofrendo, eu vou chorar
Chorando, eu vou beber
Bebendo, eu vou ligar
Ela não vai atender
Que jeito louco é esse de querer?

Composição: Fátima Leão / Ruan Soares / Vinicius Leão / Waléria Leão
Enviada por André. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog