A Cruz e Os Cravos

Genaiene

Jesus Cristo condenado
Um decreto assinado, prescrito pra morrer
Uma ordem do Palácio, autorizado por Pilatos
De que forma iria ser
Mandou fabricar os cravos, puro aço agulhado

Pras mãos do Mestre ferir
Uma coroa de espinhos
Pra rasgar vasos sanguíneos, ordenou fazer ali
Deu uma ordem ao carpinteiro
Molde hoje o madeiro para um criminoso usar

Ele vai ser humilhado
Por soldados açoitado, Lhe ferindo até sangrar
Pilatos também ordenou
O madeiro que cortou, faça em forma de cruz
Por Ele será levado, hoje vai ser torturado

O Filho de Deus, Jesus
Na cruz o Mestre foi crucificado
Mas ao terceiro dia ressuscitou
Logo mandou chamar Pedro

E disse essas palavras com amor
Cuida Pedro das minhas ovelhas
Avisa o povo que vou lhe falar
Eu vim foi pra salvar a humanidade
Não quero nenhum desses condenar

Vai até quem fundiu os cravos
Diz a eles que Eu perdoo
E quem teceu a coroa de espinhos, Eu perdoo
Pra quem construiu a cruz
E o Meu corpo pendurou
Quero salvar sua alma

E o Meu perdão pra ele Eu dou
Na cruz o Mestre foi crucificado
Mas ao terceiro dia ressuscitou
Logo mandou chamar Pedro

E disse essas palavras com amor
Cuida Pedro das minhas ovelhas
Avisa o povo que vou lhe falar
Eu vim foi pra salvar a humanidade
Não quero nenhum desses condenar

Vai até quem fundiu os cravos
Diz a eles que Eu perdoo
E quem teceu a coroa de espinhos, Eu perdoo
Pra quem construiu a cruz
E o Meu corpo pendurou

Quero salvar sua alma
E o Meu perdão pra ele Eu dou
Vai até quem fundiu os cravos
Diz a eles que Eu perdoo
E quem teceu a coroa de espinhos, Eu perdoo

Pra quem construiu a cruz
E o Meu corpo pendurou
Quero salvar sua alma
E o Meu perdão pra ele Eu dou
Quero salvar sua alma
E o Meu perdão pra ele Eu dou

Enviada por ELIANE. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Genaiene

Ver todas as músicas de Genaiene