São Paulo

GA31

Cidade de São Paulo
Setembro de 2031

Quem nunca abriu o Google
Digitou um no artista
Abriu a foto sem camisa
E começou a se masturbar?

Quem nunca foi ao banheiro
E viu aquela cueca
Daquele seu primo gatinho
E começou a se masturbar?

Eu sou um cara viado
Gosto de homem tarado
Se eu quero sexo, eu quero
Levar porrada de macho

Eu sou um cara safado
Eu curto uns bofe sarado
Machão de boa surrado
Levando porra de macho

Um perfume importado
E um carro nacional
Pênis de São Paulo
Algo chique, alto astral

Eu tenho um swan alternativo
E uma grana pra gastar
Em São Paulo eu tenho um pau
E muitos caras pra gozar

Quem nunca foi à academia
À tarde, na correria
Azarar aquelas gatinhas
Malhando de macacão?

Quem nunca masturbou a amiga
Numa louca e livre orgia?
Se diz hétero, mas curte vagina
Na balada, venho cantar

Eu sou uma lésbica intesa
No sexo, eu sou propensa
A uma transa louca e extensa
Do striptease ao oral

Não tenho tempo pra mina
Que se acha fofa e linda
Chega logo e usa essa língua
Que eu não posso mais esperar

Um perfume importado
E um carro nacional
Pênis de São Paulo
Algo chique, alto astral

Eu tenho um swan alternativo
E uma grana pra gastar
Em São Paulo eu tenho um pau
E muitos caras pra gozar

Um perfume importado
E um carro nacional
Pênis de São Paulo
Algo chique, alto astral

Eu tenho um swan alternativo
E uma grana pra gastar
Em São Paulo eu tenho um pau
E muitos caras pra gozar

Hoje você vai me beber e me comer
Me molhar com sua água
Rebolar no meu rosto
Me chamar de sua e gritar o meu nome

Eu sou a sua vadia branca
Eu sou a sua vadia negra
Eu não tenho preconceito
Eu sou jovem, tô beleza
Mas as coisas ficam meio foda
As coisas ficam pretas
Eu vou sair pra rua
Sem calcinha, só buceta

Calcinha, buceta
É meu lema, é razão
Mais vale a pica na calça
Do que mais um pau na mão
Mais vale a pica na calça
Do que mais um pau na mão
Mais vale a pica na calça
Do que mais um pau na mão


Posts relacionados

Ver mais no Blog