Will You Have Me?

Funeral

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Will You Have Me?

Cast your charms
And work past my
Massive hatred
Might let my peels shed
If you'll drink
From my wounds

Just might prove
Something not easily
Forgotten
‘Tis what i feel
When I am strong
Shining with death's beauty
Like a radiating black star

But those moments
Are aeons apart
If not but wishful dreams

I soon awake to blood throbbing
In my ears like a horror scene
Like salt in my wounds
A reminder
I still live

That cursed fluid
Mocking me with its presence
Preserving a state of being
I know not how to appreciate
One dull thump after another
Each a step closer
To that embrace I long for

But time is of the essence
And I have no patience
To endure this
Day by day purgatory

Kiss me now
And free me
Bruise me with the depth
Of your innermost passions
I can take it all
Anti Will eagerly drink
From your poison chalice

Dagger me with immoral
And boldly steal my
That last peace of
Humanity left
As insignificant
As the value we so
Willingly attribute
Life

There are roses within
Which, beauty steals breath
And whose petals yearn for
A simple tenderness to release
It's fathomless warmth
If not but for a single curious touch

Instead I burn inside
With warmth never shared
Anti love that may never be

Será que você tem de mim?

Lance seus encantos
E trabalhar o meu passado
ódio maciça
Pode deixar os meus cascas derramado
Se você beber
De minhas feridas

Apenas pode revelar
Algo que não é facilmente
esquecido
'Tis o que eu sinto
Quando eu sou forte
Brilhando com a beleza da morte
Como uma estrela negra irradiando

Mas esses momentos
São eras além
Se os sonhos não, mas wishful

Eu logo desperto para latejante sangue
Em meus ouvidos como uma cena de horror
Como sal em minhas feridas
Um lembrete
Eu ainda vivo

Esse fluido amaldiçoado
zombando de mim com a sua presença
Preservar um estado de ser
Eu não sabe apreciar
Um baque maçante após o outro
Cada um passo mais perto
Para esse abraço Anseio por

Mas o tempo é da essência
E eu não tenho paciência
Para suportar esta
Dia a dia purgatório

Me beije agora
E me libertar
Contundir-me com a profundidade
De suas paixões mais íntimas
Eu posso ter tudo
Anti ansiosamente beber
A partir do seu cálice de veneno

Punhal me com imoral
E ousadamente roubar meu
Essa última paz de
humanidade esquerda
tão insignificante
Como o valor que tão
grado atribuir
Vida

Há rosas dentro
Que, beleza rouba a respiração
E cujas pétalas anseiam por
A ternura simples para liberar
É calor fathomless
Se não, mas para um único toque curioso

Em vez disso eu queimo por dentro
Com o calor nunca compartilhou
amor Anti que nunca pode ser


Dicionário de pronúncia


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Funeral

Ver todas as músicas de Funeral