Minha Revolução

Francisco, El Hombre

Hoje, a luta que enfrento é me aceitar
Hoje, o veneno encontrou seu remédio
Hoje, peço perdão se eu machuquei meu coração
Hoje, não quero o que me faz mal
O escuro do jogo

Hoje é tempo de curar as feridas do tempo
Hoje já tá pra acabar
Entregue-se ao momento

Hoje, pude ver quem sou
Conhecer mais
Hoje, o grito que dou
É silêncio

Hoje, peço perdão se eu machuquei meu coração
Hoje, mais vale acordar que sonhar nesse jogo
Hoje é tempo de curar as feridas do tempo
Hoje é tempo de ser luz

É minha revolução
Encher de amor o peito e se não aguento
Espalho pelo vento o amor que levo dentro
É minha revolução

Hoje, a luta que enfrento é me aceitar
Hoje, o veneno encontrou seu remédio
Hoje, peço perdão se eu machuquei teu coração
Hoje, mais vale acordar que sonhar, nesse jogo

Hoje é tempo de curar as feridas do tempo
Hoje já tá pra acabar
Entregue-se ao momento
Hoje é tempo de ser luz

É minha revolução
Encher de amor o peito e se não aguento
Espalho pelo vento o amor que levo dentro
É minha revolução

Composição: 4 pesos de propina
Enviada por José.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog