Minha Revolução

Francisco, El Hombre

Hoje, a luta que enfrento é me aceitar
Hoje, o veneno encontrou seu remédio
Hoje, peço perdão se eu machuquei meu coração
Hoje, não quero o que me faz mal
O escuro do jogo

Hoje é tempo de curar as feridas do tempo
Hoje já tá pra acabar
Entregue-se ao momento

Hoje, pude ver quem sou
Conhecer mais
Hoje, o grito que dou
É silêncio

Hoje, peço perdão se eu machuquei meu coração
Hoje, mais vale acordar que sonhar nesse jogo
Hoje é tempo de curar as feridas do tempo
Hoje é tempo de ser luz

É minha revolução
Encher de amor o peito e se não aguento
Espalho pelo vento o amor que levo dentro
É minha revolução

Hoje, a luta que enfrento é me aceitar
Hoje, o veneno encontrou seu remédio
Hoje, peço perdão se eu machuquei teu coração
Hoje, mais vale acordar que sonhar, nesse jogo

Hoje é tempo de curar as feridas do tempo
Hoje já tá pra acabar
Entregue-se ao momento
Hoje é tempo de ser luz

É minha revolução
Encher de amor o peito e se não aguento
Espalho pelo vento o amor que levo dentro
É minha revolução

Composição: 4 pesos de propina
Enviada por José.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Francisco, El Hombre

Ver todas as músicas de Francisco, El Hombre