Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Vulcano

V come vulcano
E mille altre cose
Come la volontà di camminare vicino al fuoco
E capire se è vero questo cuore che pulsa
Se senti sul serio oppure è vanità
V come vulcano
E mille altre cose
Come il volume che
Si alza e contiene il mare
E capire se vale scottarsi davvero
O non fare sul serio
Fare sul serio
Corro di notte
I lampioni le stelle
C’è il bar dell’indiano
Profuma di te
Rido più forte
Mi perdo nell’alba
Sei in tutte le cose
E in tutte le cose
Esplode
La vertigine che ho di te
La vertigine che ho di te
V come vulcano
E mille altre cose
La paura di
Vagare per troppo tempo a vuoto
E capire se è vivo questo cuore che vibra
Vuoi viaggiare davvero
Viaggiare davvero
Corro di notte
I lampioni le stelle
C’è il bar dell’indiano
Profuma di te
Rido più forte
Mi perdo nell’alba
Sei in tutte le cose
E in tutte le cose
Esplode
La vertigine che ho di te
La vertigine che ho di te
Mi sposto

Mi fermo
Il semaforo in centro
È già spento da un’ora
Tu starai dormendo
È bello sentire anche qui
La vertigine che ho di te

Corro di notte
I lampioni le stelle
C’è il bar dell’indiano
Profuma di te
Rido più forte
Mi perdo nell’alba
Sei in tutte le cose
E in tutte le cose
Esplode
La vertigine che ho di te
La vertigine che ho di te
La vertigine che ho di te

vulcão

V, tal como o vulcão
E mil outras coisas
Como a vontade de caminhar para o fogo
E descobrir se isso é verdade coração batendo
Se você sentir a sério ou é vaidade
V, tal como o vulcão
E mil outras coisas
Como o volume
Ele se levanta e contém o mar
E ver se ele realmente queimado
Ou não levar a sério
levar a sério
Eu corro à noite
As estrelas postes
Não há nenhum bar indiano
Cheira a você
Eu ri mais alto
Eu me perco na madrugada
Você está em todas as coisas
E em todas as coisas
explode
A vertigem que tenho de você
A vertigem que tenho de você
V, tal como o vulcão
E mil outras coisas
O medo de
Wander muito tempo para esvaziar
E descobrir se ele está vivo este coração que vibra
Quer realmente viajar
viajando realmente
Eu corro à noite
As estrelas postes
Não há nenhum bar indiano
Cheira a você
Eu ri mais alto
Eu me perco na madrugada
Você está em todas as coisas
E em todas as coisas
explode
A vertigem que tenho de você
A vertigem que tenho de você
I mover

eu parar
O semáforo no centro
Já é desativada por uma hora
Você vai dormir
É bom ouvir aqui
A vertigem que tenho de você

Eu corro à noite
As estrelas postes
Não há nenhum bar indiano
Cheira a você
Eu ri mais alto
Eu me perco na madrugada
Você está em todas as coisas
E em todas as coisas
explode
A vertigem que tenho de você
A vertigem que tenho de você
A vertigem que tenho de você


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Francesca Michielin

Ver todas as músicas de Francesca Michielin