Planeta de Cores

Forrozão Tropykália

Ei, vou deixar como está
Vai ser mais uma história infinita
Quem sabe até vivemos uma vida
Se nos sentimos sós
Isso não quer dizer que já é tarde
Que a vida desfez pra nós
Mas, se não lembrares mais
Melhor recomeçar
Vou seguir meu destino
Mesmo com toda dor
Que há aqui dentro
Não podemos bloquear
Nossos caminhos
Talvez descobrirás
Nossa história
Não foi só um minuto
Sem futuro nenhum pra nós
Masse agora não dá mais
Pra viver, amar como antes
Talvez por medo de querer

Mas não vê
Que o amor não se esconde
Mesmo em silêncio
Pode se ouvir ao longe
Não se foge
Não se pode negar o amor
Só entregar-se
A esse planeta de cores

É difícil pra nós dois
Também é muito injusto cobrar-nos
Se as lembranças sempre vêm
Nos emocionam
As coisas que eu dizia
E hoje com remorso me lembro
Que faziam você chorar
Mas, se agora não dá mais
Pra viver, amar como antes
Talvez com medo de querer

Mas não vê
Que o amor não se esconde
Mesmo em silêncio
Pode se ouvir ao longe
Não se foge
Não se pode negar o amor
Só entregar-se
A esse planeta de cores

Mas porque não vê
Que o amor não se esconde
Mesmo em silêncio
Pode se ouvir ao longe
Não se foge
Não se pode negar o amor
Só entregar-se
A esse planeta de cores
Que é o nosso amor, amor

Não se foge
Não se pode negar o amor
Só entregar-se
A esse planeta de cores

Esse planeta de cores
Esse planeta de cores
Esse planeta de cores
Esse planeta de cores
Esse planeta de cores

Composição: CARLINHOS GABRIEL
Enviada por Kleiton. Legendado por aline e mais 2 pessoas. Revisões por 5 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Forrozão Tropykália

Ver todas as músicas de Forrozão Tropykália