LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Something From Nothing

Foo Fighters

Something From Nothing

Give me the flammable life
I'm cold as a match ready to strike
So here I go

Here lies a city on fire
Singing alone
The arsonist choir
Now here I go

It started with a spark
And burned into the dark
Now here I go

There is a river I've found into the wild
Under the ground
So here I go

A button on a string
And I heard everything
Now here I go

Oh, sweet ignition, be my fuse
You have no choice, you have to choose
Bid farewell to yesterday
Say goodbye I'm on my way

But in the end we all
Come from, what's come before
So here I go

Oh, sweet ignition, be my fuse
You have no choice, you have to choose
Bid farewell to yesterday
Say goodbye I'm on my way
I threw it all away because
I had to be what never was
Been so hungry I could lie
You took my word, I took your wine

And held you in my bloody hands
These rattled bones and rubber bands
Washed them in the muddy water
Looking for a dime and found a quarter
But you can't make me change my name
You'll never make me change my name
Pay no mind now ain't that something
Fuck it all, I came from nothing

I'm something
From nothing
You are my fuse
I'm something
From nothing
You are my fuse

It goes (oh, oh, oh)
Oh, oh, oh
Oh, oh, oh
It goes, oh, oh, oh

All, rise!

No you can't make me change my name
You'll never make me change my name
Pay no mind now ain't that something
Fuck it all, I came from nothing

I'm something
From nothing!
I'm something
From nothing!

Algo do Nada

Me dê uma vida inflamável
Estou tão frio quanto um fósforo pronto para ser acesso
Então lá vou eu

Aqui reside uma cidade em chamas
Cantando sozinha
Um coro incendiário
Agora lá vou eu

Começou com uma faísca
E queimou a escuridão
Agora lá vou eu

Há um rio que encontrei na natureza
Debaixo do solo
Então lá vou eu

Um botão em uma corda
E eu ouvi tudo
Agora lá vou eu

Oh, doce ignição, seja meu pavio
Você não tem escolha, você precisa escolher
Se despeça do ontem
Diga adeus, estou no caminho

Mas no final todos
Nós viemos, do que veio antes
Então lá vou eu

Oh, doce ignição, seja meu pavio
Você não tem escolha, você precisa escolher
Se despeça do ontem
Diga adeus, estou no caminho
Eu joguei tudo fora porque
Eu tive que ser algo que nunca fui
Estive tão faminto que poderia mentir
Tomou a minha palavra e eu tomei o seu vinho

E te segurei com minhas mãos ensanguentadas
Estes ossos quebrados e elásticos
Lavei-os na água suja
Estava procurando por um centavo e achei vinte e cinco
Mas você não pode me fazer mudar meu nome
Eles nunca me farão mudar meu nome
Não preste atenção, isso não é algo?
Foda-se tudo, eu vim do nada

Eu sou algo
Do nada
Você é meu pavio
Eu sou algo
Do nada
Você é meu pavio

E vai (oh, oh, oh)
Oh, oh, oh
Oh, oh, oh
E vai (oh, oh, oh)

Todos, levantem-se!

Não, você não pode me fazer mudar meu nome
Você nunca me fará mudar meu nome
Não preste atenção, isso não é algo?
Foda-se tudo, eu vim do nada

Eu sou algo do nada
Eu sou algo do nada!
Eu sou algo do nada
Eu sou algo do nada!

Enviada por Bardigang e traduzida por Roberta. Legendado por Pedro, Isabela, Roseane e mais pessoas. Revisões por 11 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Foo Fighters

Ver todas as músicas de Foo Fighters