Canción de Marionette/ Mai

Fnafhs

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Canción de Marionette/ Mai

Era solo yo quien te podía ver
En tu ayer y futuro cruel
Con tu pesar y buenos momentos
Lo que fue

Siempre había creído que cuando
La gente crecía debía ser más amable
Pero sigo siendo aquel niño para ti
Siento que quiero

Protegerte en soledad, incluso si en la oscuridad despierto
Aunque me espere un futuro incierto
En la ciudad que nos unió se empieza a ver que
Cae una extraña nieve, que nunca antes se vio, eres

Como una profunda cicatriz, que nunca en mí había estado
Cada vez que duele me acerca a ti
Voy a recuperar la canción de alguna vez que
Te hizo sonreír

Cuando el reloj de cada habitación ha cambiado
Veo que somos como engranajes
Tratando de cambiar el final
Y de escapar

Cuando intentaba ser héroe, llorando temblaba
Traté de todo eso abandonar
Pero solo pude tu mirada recordar
Este mundo que

Solo te logra destruir, cruzando el umbral
De aquellos sueños hay una oscura plegaria
Las voces que alguna vez te amaron se comienzan
A desvanecer, todo se vuelve cruel

Trato de alcanzar una lejana luz
Creyendo en mi voluntad que
Aferró a mis manos tan frágiles
Haré todo por ti, guíame al mundo en el que
Sienta tu canto, oh

Protegerte en algún lugar tan cálido que
Sé que existirá y mucho más, te esperará aún lo creo
Toda la maldad ha de cambiar, pues con tu bondad
En la blanca nieve, todo se esfumará

Eres como una profunda cicatriz que enciende una pequeña llama
Y así mi corazón se acerca a ti
Verás que al sonreír, toda la oscuridad, desaparecerá
Una luz nacerá como un nuevo mundo, será tu canción

Era solo yo mirándote en tu ayer

Canção da Marionete / Mai

Só eu podia te ver
Em seu ontem e futuro cruel
Com seu arrependimento e bons momentos
O que era

Eu sempre acreditei que quando
As pessoas cresceram deveriam ser mais gentis
Mas eu ainda sou aquela criança para você
Eu sinto que quero

Protegê-lo na solidão, mesmo se eu acordar no escuro
Embora um futuro incerto me aguarde
Na cidade que nos uniu começa a se ver que
Uma neve estranha cai, nunca vista antes, você está

Como uma cicatriz profunda, que nunca tinha estado em mim
Cada vez que dói, me aproxima de você
Vou recuperar a música de algum dia que
Te fiz sorrir

Quando o relógio de cada cômodo mudou
Vejo que somos como engrenagens
Tentando mudar o final
E para escapar

Quando eu tentei ser um herói, chorando eu tremia
Eu tentei tudo isso para desistir
Mas eu só conseguia lembrar do seu olhar
Este mundo que

Ele só consegue te destruir, cruzando o limiar
Desses sonhos, há uma oração sombria
As vozes que uma vez te amaram começam
Para esmaecer, tudo se torna cruel

Eu tento alcançar uma luz distante
Acreditando na minha vontade que
Ele segurou minhas mãos tão frágeis
Eu farei tudo por você, me guie para o mundo onde
Sinta sua música, oh

Protegê-lo em algum lugar tão quente que
Eu sei que vai existir e muito mais, vai esperar por você Eu ainda acredito
Todo o mal tem que mudar, porque com a sua bondade
Na neve branca, tudo vai desbotar

Você é como uma cicatriz profunda que acende uma pequena chama
E então meu coração estende a mão para você
Você verá que quando sorrir, toda a escuridão desaparecerá
Uma luz nascerá como um novo mundo, será sua música

Era só eu olhando para você ontem

Composição: Piyoasdf
Enviada por Victoria. Legendado por Paloma. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog